*
 

Balanço da Secretaria de Fazenda do Distrito Federal (SEF) aponta que apenas um em cada cinco inadimplentes da capital procurou quitar a dívida assim que soube da pendência. Para tentar solucionar o problema, o órgão instalou um novo sistema de notificação de cobranças.

Além das já tradicionais correspondências enviadas via Correios e ligações telefônicas, a SEF notifica os devedores através de e-mails e mensagens SMS. Segundo o órgão, a dívida ativa soma R$ 25 bilhões.

As medidas fazem parte de força-tarefa promovida pela Agência de Recuperação de Crédito. Mais de 680 mil inadimplentes foram notificados.

Segundo a SEF, o maior número de débitos é relativo à cobrança do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). Ao todo, 686.180 contribuintes foram notificados, mas apenas 117.778 quitaram a dívida – uma parcela de 19,5% do total.

Acordos e prejuízos
O rombo provocado aos cofres públicos são milionários. Atualmente, o valor de débitos acumulados do IPVA se aproxima da casa dos R$ 400 milhões.

Desde o início da nova medida, o retorno foi de pouco mais de R$ 96 milhões. Desse valor, R$ 10,8 milhões foram recolhidos no período de duas semanas.

Só nos primeiros meses de 2018, a Secretaria de Fazenda chegou a fechar 37,7 mil novos acordos com os maus pagadores – um montante de R$ 299 milhões. Já no caso dos parcelamentos de impostos, o retorno foi maior. Pouco mais da metade das mais de 3 mil pessoas notificadas pagaram o débito. Foram recolhidos por volta de R$ 770 mil.

Falhas no sistema
Alguns usuários têm relatado receber mensagens no nome de outras pessoas comunicando sobre uma possível dívida. Outros continuam sendo cobrados do débito, mesmo após o mesmo ter sido quitado.

Nesse caso, o órgão solicita que as mensagens sejam desconsideradas ou que o erro seja comunicado à Central de Atendimento da Secretaria, pelo telefone 156.

 

 

COMENTE

impostosIPVAcobrançaSecretaria de Fazenda DF
comunicar erro à redação

Leia mais: Economia