Dor da despedida: família homenageia mulher que teve corpo carbonizado

Em clima de tristeza, familiares e amigos se despediram de Brenda Pinheiro da Silva. A vítima recebeu homenagem em camiseta com sua foto

atualizado 13/05/2022 16:47

pessoas dentro de uma sala de vidro reunidas em uma reunião que aparenta ser um velórioCelimar Menezes/Metrópoles

A família de Brenda Pinheiro da Silva, 26 anos, encontrada carbonizada em um matagal, em Samambaia, no último sábado (7/5), despediu-se da jovem nesta sexta-feira (13/5). Em uma cerimônia reservada apenas aos parentes próximos, o velório da mulher começou às 15h.

O corpo de Brenda foi reconhecido na última quinta-feira (6). No velório, usando camisetas brancas com a foto da vítima, familiares estavam desolados.

“Não quero ver não! Quero ver ela aqui, com a gente. Vou ver ela o tempo todo na minha frente”, lamentou uma familiar. A mãe da vítima dizia o tempo inteiro que só quer justiça.

Brenda morava com a mãe no Recanto das Emas. Ela deixa três filhos pequenos que moram com o pai também no Distrito Federal. A tia de Brenda comenta que, assim que o corpo foi encontrado, a família sentiu que poderia ser a jovem.

“Todos nós sonhamos e sentimos que poderia ser ela. Fomos até a delegacia e, depois de uma exame de DNA, nos confirmaram que realmente era ela”, diz Alice. Segundo ela, Brenda trabalhava com reciclagem e não tinha nenhuma inimizade. “Era muito tranquila”.

Relembre o caso

O corpo carbonizado foi encontrado em um matagal, na manhã de sábado (7/5), próximo a quadra QR 427, em Samambaia. A vítima estava sem roupas, jogada em uma região afastada. Policiais civis da 26ª Delegacia de Polícia (Samambaia) estiveram no local para colher informações. Apurações davam conta de que o crime teria sido um feminicídio.

Os investigadores acreditam que a mulher possa ter sido estuprada antes de ser assassinada e ter o corpo queimado. Ela estava sem roupas quando foi localizada pela polícia e apresentava várias facadas.

Toda a parte inferior do corpo da mulher estava completamente carbonizada, indicando que o fogo teria começado pelas pernas. Peritos do instituto de Criminalística (IC) foram acionados para fazer a perícia no local do crime.

Veja imagens do local em que o corpo foi encontrado:

via GIPHY

Mais lidas
Últimas notícias