DF terá Complexo de Exportação e Logística que gerará 50 mil empregos

Projeto que cria o complexo foi aprovado pela Câmara Legislativa. Texto agora segue para sanção do governador Ibaneis Rocha (MDB)

atualizado 01/12/2021 23:44

Mulher de camisa branca passei em shopping Rafaela Felicciano/Metrópoles

A Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) aprovou em segundo turno, nesta quarta-feira (1º/12), o projeto de lei que cria o Complexo de Exportação e Logística do DF. O objetivo é fomentar o investimento produtivo de capital nacional e estrangeiro na área de logística de Brasília, assim como aumentar a competitividade das exportações.

O PL nº 1.690/21, de autoria do deputado Delmasso (Republicanos) recebeu 15 votos favoráveis e nenhum contrário. Agora, o texto segue para sanção do governador Ibaneis Rocha (MDB).

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
0

De acordo com a proposição, o Poder Executivo poderá estabelecer incentivos fiscais, creditícios e financeiros para a implantação de empresas nas áreas de logística e exportação, bem como criar “zona de processamento de exportação”, junto ao governo federal, no Complexo. O autor da matéria avalia que a medida vai atrair mais de 50 mil empregos para a capital do Brasil.

O Complexo Logístico, segundo o texto, será integrado pelo Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), Setor de Armazenagem e Abastecimento Norte, Setor de Transporte Rodoviário e Cargas, Aeroporto Internacional de Brasília, Polo Industrial JK, Setor G Sul de Taguatinga, além das Áreas de Desenvolvimento Econômico (ADE’s).

Segundo o deputado Delmasso, o complexo “fortalecerá a vocação econômica do Distrito Federal”, uma vez que incentiva a atração de empresas. “Tenho certeza que a implementação desse projeto, virando lei, sendo sancionado pelo governador, vai atrair mais de 50 mil empregos para a capital da República”, afirmou.

Mais lidas
Últimas notícias