DF registra 2 mil casos de dengue em uma semana e ultrapassa 24 mil no ano

Número de óbitos, no entanto, se manteve. São 14 mortes em 2020, em comparação às 22 registradas no mesmo período em 2019

atualizado 10/05/2020 7:47

O mais recente boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde do Distrito Federal revela que já foram registrados 24.418 casos prováveis de dengue na capital. O número, contabilizado desde o primeiro dia de 2020 a 25 de abril, é 69,53% maior que o mesmo período de 2019. Só esta semana foram 2 mil novos diagnósticos positivos.

Liderando o número de infecções está Ceilândia, que já ultrapassou os 3 mil novos casos. A Região sul do DF vem logo atrás, com Gama e Santa Maria excedendo 2 mil pessoas com a doença em cada cidade. Guará, São Sebastião, Sobradinho I, Sobradinho II, Samambaia, Taguatinga e Vicente Pires, cada uma, já extrapolaram os mil casos.

O número de óbitos em decorrência da dengue, no entanto, se manteve. Por enquanto são 14 mortes em 2020, em comparação às 22 que ocorreram em 2019. Vinte e três pessoas estão em estado grave no DF por causa da doença.

Vistorias

Na tentativa de conter o avanço da dengue no DF, a Vigilância Ambiental, em conjunto do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF), fez, na última sexta-feira (08/05), um mutirão contra o Aedes aegypti.

0

Ao todo, 1.508 imóveis foram inspecionados. Desses, 301 tiveram de ser tratados com as pastilhas biológicas. Agentes encontraram 563 imóveis fechados e tiveram recusa em 10. Também foram inspecionados 2.869 depósitos, sendo 397 tratados. No total, foram utilizadas 486 pastilhas de larvicida.

Últimas notícias