DF: família paga recompensa e não recebe cadela desaparecida

Morador de Ceilândia depositou R$ 100 para homem que disse ter achado a mascote. No entanto, casal sumiu após pagamento

ReproduçãoReprodução

atualizado 23/10/2019 15:36

O desaparecimento de uma cachorrinha acabou em caso de polícia. Um casal é acusado de aplicar golpe em uma família de Ceilândia que procura por uma pinscher. Depois de receber R$ 100 de recompensa, o homem e a mulher — identificados pelo dono do animal como Marcelo da Silva Sarafim e Nicole — suspenderam o contato.

Jailton Pereira conta que usou as redes sociais para encontrar a cadela, que está com a família há sete anos. A pinscher fugiu de casa, na QNO 16 de Ceilândia, na tarde do último sábado (19/10/2019).

Um homem entrou em contato pelo número divulgado na internet, afirmando ter encontrado a mascote, que Jailton prefere não revelar o nome. Pelo WhatsApp, enviou fotos e vídeos para provar que estava dizendo a verdade. “Eu tenho certeza absoluta que é ela”, diz Jailton.

O morador de Ceilândia tentou marcar com o homem para resgatar o animal e pagar a recompensa que tinha prometido nas redes sociais. No entanto, ele negou. “Disse que teve problema com a Justiça, quando achou uma carteira e acharam que ele tinha roubado”, disse Jailton.

Mesmo oferecendo R$ 100 além do já prometido, Jailton não conseguiu convencê-lo do encontro. Marcelo pediu, então, que o dinheiro fosse transferido na conta dele. “Com muito custo, eu depositei”, relata. No entanto, o depósito não garantiu o retorno da cadelinha para a casa da família.

“A mulher [de Marcelo] me ligou, dizendo que não concordava com a atitude do marido e disse que iria devolver a cadelinha à noite”, afirma. Mas a atitude dela chamou atenção de Jailton. “Ela queria saber o nome da minha esposa, da minha cachorra. Não falei e disse que esperava que ela tivesse coração e me devolvesse mesmo a cadelinha, o que também não aconteceu”, lamenta.

Depois de perder o contato com o casal, que o bloqueou nas redes sociais, Jailton decidiu recorrer à polícia. O morador de Ceilândia registrou ocorrência na 24ª Delegacia de Polícia (Setor O).

O Metrópoles tentou contato com o homem acusado de aplicar o golpe, mas o número do celular dele está desativado.

Quem tiver notícias da cadelinha ou do casal pode entrar em contato com o Jailton por meio do número (61) 99192-9968.

Últimas notícias