DF: casos de violência doméstica serão recebidos por WhatsApp

Secretaria da Mulher fará atendimentos por mensagens e também por e-mail. Casa Abrigo segue funcionando normalmente

atualizado 26/03/2020 9:40

Durante a quarentena para evitar a disseminação do novo coronavírus, a Secretaria da Mulher do Distrito Federal instituiu um novo protocolo de atendimento para as vítimas de violência doméstica.

Os serviços de atendimento e acolhimento feitos pelos Núcleos de Atendimento às Famílias e aos Autores de Violência Doméstica serão realizados por teleatendimento ou, no caso de regime de urgência, em horário especial.

Para acessar o Núcleo de Assistência Jurídica de Defesa da Mulher (Nudem), há dois canais principais: o WhatsApp (61) 999359-0032 e o e-mail najmulher@defensoria.df.gov.br. “Mulher, você não está só” é o tema da campanha lançada pela secretaria para que as vítimas, que estão em quarentena, saiba que podem contar com ajuda.

A mudança se deu em razão das medidas para os enfrentamentos emergenciais decorrentes da Covid-19. Os servidores estão em teletrabalho. A pasta, porém, reforça que nenhum serviço oferecido pelo órgão deixará de ser prestado.

A Casa Abrigo, local que recebe mulheres vulneráveis, por ser considerada serviço essencial, permanece funcionando em sua totalidade.

Últimas notícias