Deputado testa positivo para Covid após 1ª sessão da CLDF em 2022

Jorge Vianna deixou o plenário da Casa após sessão de retomada dos trabalhos legislativos. Ele apresenta quadro leve da doença

atualizado 02/02/2022 10:20

velório do político Jofran Frejat no cemitério Campo da Esperança 1

O deputado distrital Jorge Vianna (Podemos) foi diagnosticado Covid-19. Na terça-feira (1º/2), o parlamentar deixou o plenário da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), na retomada dos trabalhos legislativos de 2022, alegando que estava sentindo-se “febril”.

“Ontem à tarde, do nada, comecei a sentir calafrios e calor. Não estava sentindo nada. Estava bem. Estava tudo bem. Mas deu Covid-19”, afirmou ao Metrópoles. Vianna solicitou ao médico o pedido de afastamento nesta quarta-feira (2/2). O parlamentar segue em casa e com quadro leve da doença.

“O pessoal da minha equipe sempre usa máscara. Mas quem esteve comigo ontem foi orientado a entrar em contato com o médico para seguir os protocolos”, comentou. Vianna admitiu que ficou sem máscara no púlpito e na baia da Mesa Diretora no plenário. “Os ambientes sempre passam por assepsia depois que cada deputado fala”, pontuou.

“Não tive contato com ninguém diretamente quando estava sem máscara na Câmara”, declarou.

Sentado à mesa, Vianna presidia a sessão quando avisou nos microfones da Casa que não estava se sentindo bem. “Vou pedir licença, não vou poder ficar aqui na comissão, porque estou em estado febril, inclusive. Devo ir embora, já fazer o meu exame (de Covid)”, disse.

As informações despertaram preocupação entre parlamentares e servidores. Vianna, então, argumentou: “Peguei chuva ontem. Estou sentindo aqui uns calafrios e um calor. Provavelmente, estou com febre e devo sair. Mas também não posso deixar de vir trabalhar porque estou sentindo frio e calor”.

Veja o vídeo do momento:

Retomada dos trabalhos na CLDF

A primeira sessão do ano começou às 15h20 no plenário da CLDF. O governador Ibaneis Rocha (MDB) esteve presente na Casa para a solenidade de abertura dos trabalhos.

Sobre o retorno das atividades legislativas, o governador pediu que as eleições deste ano “não contaminem os debates da Casa”. “E que as eleições sirvam para o aperfeiçoamento da democracia, que é o que nós precisamos na nossa cidade e no nosso país”, afirmou.

Mais lidas
Últimas notícias