Criminosos apagam vítima com Rivotril e a matam com fio de antena no DF

Segundo a polícia, acusados premeditaram o crime para roubar R$ 35 mil da vítima. Latrocidas pretendiam queimar o corpo

atualizado 27/11/2020 8:29

dinheiroDivulgação/PCDF

Policiais da 19ª DP (Ceilândia Norte) prenderam três pessoas, sendo dois homens e uma mulher, pelo crime de latrocínio consumado, nesta quinta-feira (26/11). Um deles é agente do Departamento de Estradas de Rodagem (DER). A vítima foi identificada como Ricardo Flávio dos Santos, 69 anos. O crime ocorreu no Sol Nascente.

Segundo a Polícia Civil do DF, há três semanas os assaltantes descobriram que o homem receberia cerca de R$ 35 mil referente ao seguro do carro e decidiram roubar a quantia. Para isso, a doparam com 15 gotas de Rivotril.

O homem foi atraído para a casa da mulher, de 21 anos, envolvida no crime. Eles tinham um relacionamento. Lá, ingeriu bebida alcoólica misturada ao Rivotril. Após ser dopado, os acusados pegaram os cartões de Ricardo.

Ainda conforme as investigações, o trio gastou uma tarde na tentativa de tirar o dinheiro da conta, em uma agência do Banco do Brasil em Ceilândia. Mas foi impedido pela exigência da digital para movimentação de quantias.

Após fracassarem, os criminosos decidiram matar a vítima, para que ela não descobrisse a tentativa de roubo. Por volta de 23h dessa quarta-feira (25/11), os criminosos a executaram, utilizando fio de antena de TV.

De acordo com as investigações, os autores fizeram inúmeras compras com o cartão de débito da vítima. Nessa quinta-feira (26/11), após descobrirem o ocorrido, agentes foram até a casa da mulher acusada de participar do crime e encontraram o cadáver.

Após campana, os policiais flagraram a mulher chegando em casa com um galão de 5 litros de gasolina, que seria usado para queimar o corpo da vítima. Segundo a PCDF, os autores iriam levar o cadáver para Águas Lindas (GO), no Entorno do Distrito Federal.

0

Últimas notícias