CRAS suspende atendimento após servidora ser atacada por paciente

Teleatendimento segue normal no CRAS, quem estava agendado será atendido pelo telefone 156, opção 1

atualizado 23/07/2021 13:11

cras dfDaniel Ferreira/Metrópoles

A Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) suspendeu o atendimento presencial na unidade do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS-DF) da Estrutural, nesta sexta-feira (23/7). A paralisação se dá após uma servidora ser agredida por um paciente, na quarta-feira (21/7).

Segundo a Sedes, a servidora passou por exames no Instituto Médico Legal (IML) depois da agressão e está com escoriações pelo corpo, além do estado psicológico abalado. “Os servidores estão na linha de frente envidando todos os esforços para atender a população mais vulnerável do Distrito Federal e assegurar seus direitos. É inaceitável que no exercício das suas funções um servidor público tenha sua integridade física e psicológica violada”, escreveu a Secretaria em nota.

0

De acordo com a Secretaria, em reunião realizada nesta manhã, ficou acordado a criação de um Plano de Segurança para os equipamentos públicos da assistência social com a legítima participação dos servidores. “A Sedes repudia, com veemência, atos de violência contra qualquer de seus servidores ou assistidos”, escreveu.

A pasta ressalta que o teleatendimento segue nesta sexta e quem estava agendado será atendido pelo telefone 156, opção 1.

Últimas notícias