Covid-19: Saúde recebe propostas para instalar 20 leitos na Papuda

Interessados podem enviar informações até a próxima sexta-feira (7/8). Publicação no DODF fala apenas em menor preço

atualizado 03/08/2020 9:29

papudaRafaela Felicciano/Metrópoles

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal publicou no Diário Oficial (DODF) desta segunda-feira (3/8) a abertura para o recebimento de propostas para contratação de 20 leitos de enfermaria a serem instalados no hospital de campanha do Complexo Penitenciário da Papuda. O objetivo é o tratamento de pacientes infectados pelo novo coronavírus no local.

O ofício fala na contratação emergencial, pelo menor preço, de leitos, com “fornecimento de equipamentos, gerenciamento técnico, assistência multiprofissional (de forma ininterrupta), com manutenção e insumos necessários para o funcionamento dos equipamentos (incluindo computadores e impressoras) e atendimento dos pacientes (medicamentos, materiais médico-hospitalares e esterilização de equipamentos e materiais, alimentação, nutrição enteral e parenteral)”.

As propostas devem ser enviadas até as 15h desta sexta-feira (7/8) pelo e-mail [email protected].

O Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) determinou que a Secretaria de Saúde suspenda a contratação de gestão integrada de leitos para hospital de campanha no Complexo Penitenciário da Papuda no último dia 15 de julho.

Em votação unânime, realizada em 15 de julho, os conselheiros referendaram um despacho singular acerca de representação do Ministério Público do Contas (MPC-DF), que tratava de possíveis irregularidades na dispensa de licitação promovida pela pasta para a prestação de serviços no centro penitenciário a fim de atender a população carcerária acometida pela Covid-19.

Idosos

De acordo com matéria publicada pelo Metrópoles, mais da metade da população carcerária idosa do sistema penitenciário do Distrito Federal testou positivo para contágio pelo novo coronavírus. A informação consta em levantamento da Secretaria de Administração Penitenciária (Seape) obtido pela reportagem.

Segundo balanço da Seape, há 86 presos com idade superior a 65 anos em todas as cadeias do DF. Do total, 59 receberam diagnóstico positivo para Covid-19. Pacientes dessa faixa etária são considerados do grupo de risco da doença.

Ou seja, quase 70% dos presos da chamada terceira idade se contaminaram desde que a pandemia se instalou na rede prisional do Distrito Federal. Todos os pacientes com a respectiva faixa etária são internos do sexo masculino. Das três idosas presidiárias, nenhuma contraiu o vírus.

Há um óbito registrado entre os infectados. Trata-se de um detento de 77 anos com comorbidades que morreu no Hospital Regional da Asa Norte (Hran) – referência no tratamento da Covid-19 no DF.

 

Mais lidas
Últimas notícias