Corrida aos postos continua no DF após novo reajuste dos combustíveis

Filas de veículos chamam a atenção em alguns estabelecimentos que ainda não repassaram o aumento da gasolina aos consumidores

atualizado 26/10/2021 9:58

Aumento da gasolina no DFRafaela Felicciano/Metrópoles

Pelo segundo dia consecutivo, motoristas seguem formando filas nos postos do Distrito Federal. Na manhã desta terça-feira (26/10), o movimento é intenso nos postos com preços mais baratos nas bombas.

Conforme o Metrópoles noticiou, o preço da gasolina ultrapassou a marca dos R$ 7 em alguns estabelecimentos no DF. No posto Petrobras da 209 Norte, nesta manhã, o valor da gasolina estava em R$ 6,999, no débito ou dinheiro. Mas, no crédito, o litro chega a R$ 7,199.

0

Com o novo aumento oficial da Petrobras, os preços começaram a ser reajustados em toda a capital. A exemplo da unidade Jarjour, na 206 Norte. Até as 8h50, o valor era de R$ 6,159. Logo em seguida, subiu para R$ 6,919. Desde cedo, motoristas formaram um grande fila no local.

O morador da Asa Norte Aluisio Rodrigues, 68 anos, enfrentou a fila. Para o aposentado, o novo reajuste é revoltante. “Olha, isso aí vai repercutir em tudo. Nesse mês de outubro, foram dois aumentos. Você imagina daqui para dezembro e no início de 2022? Vai chegar a R$ 10. Isso não é justo, de jeito nenhum, em hipótese alguma. É um absurdo”, criticou.

O aumento da gasolina atingiu o orçamento da secretária executiva Priscilla Santos, 24. “É desesperador. Eu moro no Gama. Para vir trabalhar, gasto muito. E não dá para contar com o transporte público”, comentou. Apenas em outubro, ela gastou R$ 400 de combustível. “Estou segurando na mão de Deus e seguindo em frente”, afirmou.

Mais lidas
Últimas notícias