Como DF só escolherá presidente, TRE garante ausência de filas no 2º turno

TRE pontua que todos que chegaram até às 17h conseguiram votar. Tribunal irá analisar a causa das filas longas para evitar no 2º turno

atualizado 03/10/2022 13:24

Arthur Menescal/Especial Metrópoles

Os eleitores do Distrito Federal enfrentaram longas filas para votar nesse domingo (2/10), no primeiro turno das eleições. Em algumas seções eleitorais, as pessoas chegaram a aguardar até três horas. O Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF) afirmou, no entanto, que não haverá filas no segundo turno, marcado para 30 de outubro, já que na unidade federativa apenas o presidente será escolhido.

De acordo com o TRE, a previsão é de que as filas andem mais rápido, pois os eleitores terão de escolher apenas entre Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL). A Corte ressalta que as filas foram pontuais, mas não saíram do considerado normal.

Eleitores do DF relatam filas e espera de até 3h para votação

Veja fotos das filas no DF

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
Publicidade do parceiro Metrópoles 4
0

 

O Tribunal lembra que precisou substituir 42 urnas que quebraram na capital ao longo das eleições e deixou algumas filas ainda maiores. Urnas quebraram em cidades como Guará, Ceilândia, Planaltina, Sobradinho, Santa Maria, Paranoá, Recanto da Emas, Taguatinga, Lago Sul, Gama, Águas Claras, Asa Norte Samambaia.

Além disso, algumas salas chegaram a acumular duas seções e houve confusão. Há relatos de eleitores que levaram duas horas até a votação devido à grande demanda. O TRE pontua que todo mundo que chegou até às 17h conseguiu votar e que irá analisar a causa das filas longas para evitar possíveis confusões no segundo turno.

Mais lidas
Últimas notícias