Com fratura e traumatismo, advogada atropelada de propósito no Lago Sul passa por cirurgia

Tatiana Machado Matsunaga, 40 anos, foi perseguida e atropelada por Paulo Ricardo Milhomem após briga de trânsito. Ele está preso

atualizado 25/08/2021 21:34

mulher atropeladaReprodução

A advogada Tatiana Machado Matsunaga, 40 anos, passa por cirurgia após ser atropelada pelo também advogado Paulo Ricardo Milhomem, nesta quarta-feira (25/8), no Lago Sul. O atropelamento foi gravado por câmeras de segurança.

Segundo familiares de Tatiana, a advogada teve traumatismo craniano, fratura da bacia e fratura exposta do tornozelo. Ela está na sala de cirurgia do Hospital de Brasília desde as 11h.

A advogada foi atropelada de propósito, depois de uma discussão de trânsito. O caso ocorreu na QI 19 do Lago Sul. Paulo Ricardo, que estava em um Fiat Idea, perseguiu a mulher desde a QI 15, onde ocorreu a discussão. Quando Tatiana chegou em frente de casa e saltou do veículo, Paulo Ricardo a atropelou. Ainda havia uma criança de 8 anos dentro do carro, filha da advogada.

Veja imagens do atropelamento:

O caso é apurado pela 10ª Delegacia de Polícia (Lago Sul). Logo após o crime, o homem se apresentou a uma unidade policial acompanhado por advogado. Ele foi autuado, em flagrante, por tentativa de homicídio, ficou preso e terá uma audiência de custódia nesta sexta-feira (26/8).

O carro de Paulo Ricardo foi apreendido e deverá passar por perícia feita pelo Instituto de Criminalística (IC).

Em nota, a Ordem dos Advogados do Brasil no Distrito Federal (OAB-DF) ressaltou que “o atropelamento da advogada Tatiana Machado Matsunaga choca a sociedade e a advocacia, pela brutalidade, pela motivação e pelo fato de ser um advogado o autor do crime, flagrado pelas autoridades.”

Além disso, a entidade informou que “se coloca à disposição da vítima e de sua família e deseja pronta recuperação.”

Mais lidas
Últimas notícias