Com filha em estado vegetativo, mãe luta por home care: “É o que mais preciso”

Responsável por cuidar da filha desde 2016, Maria desenvolveu problemas na coluna, nas pernas e pede ajuda para prosseguir o tratamento

atualizado 03/08/2021 17:02

Material cedido ao Metrópoles

Em estado vegetativo desde 2016, após sofrer um acidente de trânsito em Samambaia, Nayane Fragoso de Almeida, 25 anos, vive em tempo integral sob os cuidados exclusivos da mãe, Maria Clemilda Fragoso de Souza, 58, que largou o trabalho por causa da filha.

Mesmo com o auxílio de doações nos últimos cinco anos, Maria Clemilda enfrenta dificuldades para prosseguir com o tratamento e busca auxílio para conseguir atendimento domiciliar, o home care.

“Eu não estou dando conta sozinha e não tenho condições de pagar. É o que mais preciso nesse momento, pois estou com problema na coluna, na perna, porque ela está pesada. Eu, sozinha, cuido dela”, contou a mãe ao Metrópoles.

0

Segundo a mãe, ao procurar pelo serviço na rede pública, o pedido acabou negado. “Eles falam que ela só tinha direito se ela respirasse por aparelho, mas ela usa traqueostomia”, alegou. “Tudo o que eu faço com ela é na cama: banho, medicação por sonda. É uma luta muito grande”, complementou.

Maria Clemilda conseguiu que a filha se aposentasse e, além das doações, sobrevive com um salário mínimo, dividido entre aluguel da residência, contas e outras demandas.

Quem tiver interesse em ajudar a família pode entrar em contato pelo telefone: (61) 98494-1323.

Acidente

O acidente de trânsito que deixou Nayane em estado vegetativo aconteceu em 31 de julho de 2016, enquanto voltava de uma festa com quatro amigas. Próximo ao destino, a condutora perdeu o controle e capotou o veículo por diversas vezes no canteiro central da avenida próxima ao Parque Três Meninas, na QR 409 de Samambaia.

Com o impacto, duas mulheres morreram e duas ficaram gravemente feridas, com traumatismo craniano grave.

A reportagem procurou a Secretaria de Saúde para obter explicações sobre o pedido de home care realizado pela família e aguarda uma resposta.

Últimas notícias