Com baixa adesão, manifestantes pedem impeachment de Bolsonaro no DF

"Nem Bolsonaro, Nem Lula", que seria o mote inicial, foi substituído por "Fora Bolsonaro" na tentativa de ampliar o público da manifestação

atualizado 12/09/2021 16:52

Manifestantes contrários ao governo federal se reuniram neste domingo (12/9) na Esplanada dos Ministérios e cobraram o impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Os participantes começaram a chegar por voltas das 14h45.

O ato foi iniciativa do Movimento Brasil Livre (MBL), mas também uniu alguns partidos de esquerda. “Nem Bolsonaro, Nem Lula”, que seria o mote inicial, foi substituído por “Fora Bolsonaro” na tentativa de ampliar o público da manifestação.

Políticos como a deputada federal Simone Tebet (MDB-MS) e o distrital Leandro Grass (Rede-DF) marcaram presença. Com o auxílio do carro de som, o representante do Distrito Federal discursou:

“Parabenizo a união dos diferentes movimentos pela democracia. Na democracia, há lugar para todos nós, mas não para os extremistas ou para quem quer destruir as instituições”.

Os demais participantes estavam vestidos de branco, trazendo cartazes com falas contra o atual presidente da República. O carro de som, que compôs o movimento, tocou jingles de oposição ao presidente da República.

Veja fotos:

0

O protesto tem previsão de término para 19h, mas manifestantes começaram a dispersão às 16h40. A concentração começou às 14h45 no Museu Nacional da República. Policiais Militares acompanharam todo o ato, que seguiu pacífico.

 

Por questões de segurança, o acesso à Praça dos Três Poderes foi restrito. As vias N1 e S1, na Esplanada dos Ministérios – entre a Catedral e a Avenida José Sarney – seguem interditadas para o trânsito de veículos desde 6h, e não será liberada até o último grupo de manifestantes se dispersar, de acordo com a PMDF.

Mais lidas
Últimas notícias