Com 33 mortes por Covid em 24 horas, média de móvel fica em 67 no DF

Foram registrados 1.203 novos casos da doença no mesmo período. Ao todo, o DF soma 6.709 mortes

atualizado 10/04/2021 22:24

cemitério enterro vítimas de covid coronavirus pandemia brasiliaGustavo Moreno/Especial Metrópoles

O Distrito Federal teve 33 óbitos decorrentes da Covid-19 notificadas neste sábado (10/4). Assim, a média móvel de mortes se mantém em 67, mesmo índice registrado nessa sexta-feira (9/4). Em comparação ao aferido há 14 dias, houve um crescimento de 26% no número. Agora o DF soma 6.709 pessoas que perderam a vida devido ao novo coronavírus desde o início da pandemia.

A quantidade de novos casos registrados neste sábado também foi menor que na sexta. Segundo dados da Secretaria de Saúde do DF (SES-DF), foram registrados 1.203 novos casos da doença. O número é 31% menor que o notificado no dia 9 de abril, e 19% menor em relação ao dia 28 de março. Desde o começo da pandemia, o DF notificou 357.761 infectados.

Devido ao tempo de incubação do novo coronavírus, adotou-se a recomendação dos especialistas no sentido de confrontar a média móvel do dia com a de duas semanas antes. As oscilações no número de mortes ou de casos de até 15% para mais ou para menos caracterizam invariabilidade.

Embora os números sejam alarmantes, ainda existem boas notícias. De acordo com a SES-DF, 338.387 pessoas já estão recuperadas. Ou seja, cerca de 94,6% dos infectados já não possuem ou transmitem o vírus.

Média móvel

Acompanhar o avanço da pandemia de Covid-19 com base em dados absolutos de mortes ou casos está longe do ideal. Isso porque eles podem ter variações diárias muito grandes, principalmente atrasos nos registros. Nos fins de semana, por exemplo, é comum perceber redução significativa dos números.

Para diminuir esse efeito e produzir uma visão mais fiel, a média móvel é amplamente utilizada ao redor do mundo. A taxa representa a soma dos óbitos divulgados em uma semana dividida por sete. O nome “móvel” é porque varia conforme o total de falecimentos dos sete dias anteriores.

Últimas notícias