Colisão frontal deixa 5 feridos no DF; um dos motoristas tinha 17 anos

Acidente entre dois veículos ocorreu na DF-250, na altura do Paranoá. Um dos motoristas envolvidos era adolescente e não tinha CNH

atualizado 07/10/2022 9:00

Divulgação/CBMDF

Uma colisão frontal entre dois carros deixou cinco pessoas feridas na altura do Km 6 da DF-250, na manhã desta sexta-feira (7/10). O acidente aconteceu na altura do Paranoá. O Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) recebeu um chamado sobre o ocorrido por volta das 5h50.

Três pessoas, entre elas duas mulheres e um homem, foram levadas para o Hospital Regional do Paranoá com queixas de fortes dores pelo corpo. As outras duas vítimas sofreram pequenos ferimentos e não precisaram de transporte para a unidade de saúde.

Uma testemunha relatou que duas mulheres estavam em um Fiat Palio vermelho envolvido no acidente. As demais vítimas, três homens, estavam em um Palio prata.

A rodovia onde aconteceu o acidente é simples, de mão-dupla, sem sinalização e sem acostamento. No local, a reportagem presenciou diversas ultrapassagens indevidas após a liberação das pistas.

O motorista do veículo prata tem 17 anos e, por isso, dirigia sem Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) também atuou na ocorrência e fez o teste do bafômetro no condutor, que disse ter ingerido bebida alcoólica na noite anterior. O resultado não detectou embriaguez ao volante.

O marido de uma das vítimas identificada como Vanessa Emídio, 40 anos, disse que teve contato com a esposa e ela deu detalhes sobre o acidente.

Vanessa trafegava na via quando o outro veículo fez uma ultrapassagem indevida, e os carros bateram de frente. “Minha esposa e minha cunhada [Vilma Emídio, 38] estavam a caminho do trabalho. A pancada foi tão forte que que os dois air-bags [do Palio vermelho] estouraram. Por sorte, nada mais grave aconteceu”, contou Djalma Coimbra, 46.

O adolescente, por outro lado, disse que Vanessa teria tentado a ultrapassagem. O motorista do Palio prata foi levado para a Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), e os carros foram transportados para a 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá), que cuidará das investigações sobre o acidente.

Mais lidas
Últimas notícias