Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), 2019 teve o janeiro mais quente desde 1999 no Distrito Federal. O mês foi marcado por poucas chuvas e temperatura máxima média de 28,6º C.

O dia 21 atingiu a maior temperatura: 33ºC, registrada na Ponte Alta, no Gama. A precipitação média para esta época no DF é de 209,4 milímetros, conforme explica o meteorologista Hamilton Carvalho. No entanto, o mês teve apenas 74,3 mm de chuva, 35% do normal. Já a umidade mínima média ficou em 20%, também considerada baixa.

Em janeiro de 2018, a precipitação foi de 150,6 mm, e a temperatura mais alta chegou a 30,9º C, sendo a média máxima de 26,9ºC. A umidade mínima foi 28%.

A previsão é de que o calor diminua em fevereiro, segundo o meteorologista. “A ausência de chuvas e nuvens contribuiu para temperaturas mais altas em janeiro. Em fevereiro, porém, a precipitação deve subir”, afirmou.