*
 

Com a proximidade da Copa do Mundo 2018, aumenta a procura por televisores com novas tecnologias e maiores dimensões que permitam ao consumidor acompanhar cada detalhe dentro das quatro linhas sem perder nenhum lance na Rússia. “Quando falamos em volume de vendas, o período que antecede a competição tende a ser melhor até que Natal”, salienta Erico Traldi, diretor das áreas de TV, Áudio e Vídeo da Samsung Brasil.

Segundo a GfK (Growth from Knowledge), empresa alemã de estudos de mercado, o segmento de TVs como um todo deve crescer 20% neste ano de Mundial. “Já percebemos um aumento na busca por telas maiores e aparelhos que oferecem resolução 4K”, destaca Marcelo Gonçalves, gerente de Marketing e Comunicação da Sony Brasil. Gonçalves ressalta que a conectividade oferecida pelas smart TVs também deve ser levada em consideração na hora da compra.

Entre as principais novidades oferecidas pelas marcas, estão recursos como: painéis que permitem enxergar mais contraste e brilho; possibilidade de gravar as partidas no HD interno dos aparelhos; e alto-falantes embutidos nos próprios equipamentos, que envolvem os torcedores com sistemas de áudio tridimensional. Com a intenção de dar uma mãozinha para quem pretende assistir ao escrete canarinho em uma nova TV, levamos a campo um timaço que joga bonito – seja no design ou na resolução de imagem. Que comecem os jogos!

Da LG, convocamos os aparelhos U6585 e OLED B7P. A primeira escolha possui painel IPS 4K, que oferece maior qualidade de imagem com quatro vezes mais resolução que o Full HD. Já a B7P não conta com retroiluminação, e isso resulta em uma tela extremamente fina, além de design inovador que cai como uma luva para a decoração do ambiente.

Arte/Metrópoles

A japonesa Panasonic é representada pelos aparelhos EX600B e EX750B. A televisão EX600B conta com tecnologia exclusiva Panasonic Hexa Chroma Drive, que adiciona três cores complementares ao tradicional RGB, resultando em imagens com tons mais fiéis à realidade. Já o aparelho EX750B garante cenas com alto contraste, preto profundo e alto brilho, com o backlight de luzes de diversas zonas de iluminação diretas.

Arte/Metrópoles

O televisor PUG6102 é o representante da marca Philips. O equipamento traz como principal trunfo a tecnologia Micro Dimming, que analisa a imagem em 6.400 áreas diferentes e se ajusta de acordo com a necessidade do telespectador.

Arte/Metrópoles

A multinacional Sony entra na escalação com os aparelhos X700E, X835D e X905E. O X700E tem moldura fina e poucos cabos, proporcionando a maximização do espaço. A organização inteligente dos fios faz com que eles fiquem escondidos na base de mesa. Seguindo na mesma linha do modelo já citado, o X835D também se destaca pelo design e pode tranquilamente ser confundido com um quadro. De perfil, o televisor possui apenas 10,3mm de espessura, o que torna o equipamento elegante e fino. Já no X905E, o processador X1 é o astro: a tecnologia inovadora utiliza algoritmos avançados que eliminam o ruído, melhoram os detalhes das cenas e geram imagens mais definidas, nítidas e realistas.

Arte/Metrópoles

A sul-coreana Samsung tem três televisores entre os 11 convocadas: Q7F, MU7500 e MU6100. A Q7F possui tela de pontos quânticos, design sofisticado sem fios aparentes e controle remoto único, chegando para redefinir a experiência de ver TV. Os modelos com tela curva estão representados pelo MU7500, que, além de proporcionar um melhor e maior campo de visão, conta com 1 bilhão de cores, painel de 10 bits e HDR1000. No MU6100, as cores incrivelmente naturais são o destaque. O HDR Premium proporciona brilho e contraste que permitem perceber claramente diferenças entre cenas claras e escuras.

Arte/Metrópoles

Fique atento na hora da compra

  • Sistema operacional
    Cada fabricante tem um sistema operacional próprio. Android TV, WebOS ou Tizen são os mais populares. Antes de comprar, invista tempo navegando entre os canais e veja o que mais lhe agrada.

  • Taxa de frequência
    Indica quantas vezes por segundo os frames da tela são atualizados. Se o aparelho tem uma frequência de 120Hz, isso significa que ele é capaz de reproduzir 120 quadros por segundo.

  • Conexões
    Atualmente, a maioria dos equipamentos de vídeo utiliza conexões HDMI. Por isso, verifique se o modelo conta com uma boa quantidade de entradas – três, no mínimo.

  • Processador
    As TVs mais modernas precisam de chips potentes para carregar rapidamente os apps. Uma boa escolha são aquelas com processadores Quad Core.
 

 

COMENTE

televisãosamsungcopa do mundo 2018LGsony4kphilipspanasonic
comunicar erro à redação

Leia mais: Ciência