10 dicas para empreender e abrir uma startup no Brasil

Vinícius Machado, embaixador da Campus Party, dá conselhos que vão da observação do mercado até o domínio sobre a tecnologia do negócio

atualizado 18/05/2018 18:47

Estima-se que há cerca de 10 mil startups hoje no Brasil. Estamos vivendo uma onda crescente de profissionais do mercado e estudantes que querem empreender seus próprios negócios.

Como embaixador e curador do Startup & Makers, iniciativa da Campus Party destinada aos projetos inovadores de startups em todos os estágios e aos fazedores, tenho a missão de selecionar, acompanhar projetos visionários vindos das mais variadas regiões e com os mais diversos objetivos e propósitos.

Diante disto, resolvi listar 10 dicas para quem sonha em abrir sua startup no Brasil.

1. Tenha paciência

Existe hoje um excesso de confiança dos brasileiros de que tudo vai dar certo rápido. E isso, na maior parte dos cases, não se concretiza. Entender que seu negócio vai demorar mais para virar é fundamental.

2. Prepare-se financeiramente

Diante desta crença de que tudo correrá rapidamente, os profissionais acabam não se preparando financeiramente. É muito importante guardar dinheiro para épocas magras.

3. Entenda a realidade do mercado

Os empreendedores no Brasil não encontram incentivo para oficializar o negócio logo de cara, pois o processo é caro, burocrático e já começa a onerar na vida do empreendedor. Levante todas as questões e custos para colocar oficialmente sua empresa na rua.

4. Não comece pela ideia

Comece pelo entendimento profundo da dor do nicho de mercado. Qual problema você quer solucionar?

5. Entenda qual tecnologia é necessária

Não precisa começar com excesso de tecnologia ou automatização logo de cara. Entenda o processo por trás e vá aos poucos automatizando só o que gargalhar na entrega.

Divulgação
Vinícius Machado é embaixador e curador do Startup & Makers, iniciativa da Campus Party destinada aos projetos inovadores de startups

6. Valide cada passo do negócio

Conheça e esteja certo sobre o problema que quer solucionar, valide o protótipo e entenda bem sobre seu público. E faça uma coisa por vez.

7. Sua empresa não precisa ser do segmento de tecnologia para ser uma startup

Por mais que muitas startups acabem utilizando a tecnologia a seu favor, não necessariamente ela precisa ser deste segmento. Veja o exemplo do WeWork, rede global de coworking, que já vale mais de 1 bilhão de dólares.

8. Jamais perca sua qualidade

As startups de sucesso entregam valor para seu cliente, conseguem escalar sua entrega e conquistam o mercado sem perder a qualidade do produto ou serviço.

9. Observe bem o mercado

Muitas corporações estão abrindo áreas de inovação para interagir com startups, criando programas de aceleração e começando a se aproximar destes inovadores. Ninguém quer ficar para trás ou obsoleto.

10. Busque referências e esteja presente

Modelos de negócio, discurso e apresentações de pitch de grandes startups podem te ajudar a trazer insights para o seu negócio. Leia, vasculhe a história de players e esteja presente em eventos voltados a empreendedores e investidores.

Vinicius Machado é embaixador da Campus Party que ocorrerá em Brasília entre os dias 30 de maio a 03 de junho.

 

Últimas notícias