metropoles.com

Celina Leão sobre casos de feminicídio no DF: “Parem de nos matar”

A declaração foi dada pela governadora em exercício nesta quinta-feira (2/3), durante o cumprimento de agenda, no Palácio do Buriti

atualizado

Compartilhar notícia

Renato Alves/Agência Brasília
Celina Leão - Metrópoles
1 de 1 Celina Leão - Metrópoles - Foto: Renato Alves/Agência Brasília

A governadora em exercício do Distrito Federal, Celina Leão (PP), lamentou, na tarde desta quinta-feira (2/3), os dois feminicídios registrados nesta madrugada no DF. A chefe do Executivo interina aproveitou para fazer um apelo: “Parem de nos matar”. A declaração foi feita pela mandatária durante o cumprimento de agenda oficial, no Palácio do Buriti.

“O nosso sorriso mistura-se às lágrimas nesta tarde. Apesar da belíssima programação que organizamos para hoje, recebemos a notícia de que na véspera do lançamento de um calendário destinado às mulheres do DF, duas perderam a vida pelo simples fato de terem nascido mulher”, começou a chefe do Executivo local.

“Enquanto estamos aqui, celebrando, duas famílias choram. Todo o esforço dos órgãos responsáveis têm mostrado ser incapaz de coibir a violência contra a mulher. Precisamos refletir onde estamos falhando. O dever de impedir esse tipo de comportamento é das autoridades, mas também de todo cidadão. Não permaneçam calados ao verem alguém com comportamento agressivo. Denunciem. Parem de matar nossas mulheres e deixarem nossas crianças órfãs”, desabafou.

Segundo Celina, o pedido também estende-se às mulheres agredidas. Em tom de apelo, a governadora em exercício aconselhou as vítimas a não darem segundas chances aos seus agressores, “retirando medidas protetivas”, pois, de acordo com ela, somente assim é possível punir o criminoso.

A mandatária disse, ainda, que o GDF lançará uma bolsa destinada a mulheres que não conseguem sair de situações de violência por falta de condições financeiras. O projeto, segundo ela, será anunciado em breve, “assim que os valores forem determinados”.

Celina Leão também aproveitou para agradecer ao governador afastado Ibaneis Rocha (MDB) pelo time de secretarias montado por ele.

“Essa equipe incrível de mulheres que vocês estão vendo foi selecionada pelo governador Ibaneis Rocha, que também escolheu uma mulher como vice. E o movimento que estamos fazendo é para que a mulher seja respeitada, não seja diminuída por sua roupa ou morta apenas por ser mulher. Contudo, para isso precisamos que todos entendam que a coibição da violência não é um dever apenas das autoridades, mas também é uma responsabilidade social”, finalizou.

Lançamento do calendário Março Mais Mulher

Em comemoração ao 8 de março, Dia Internacional da Mulher, o GDF lançou o projeto Março Mais Mulher, destinado a todas as brasilienses. O calendário, que contará com diversas ações destinadas ao combate contra a violência de gênero, medidas de acolhimento, momentos lazer e capacitação, prevê cerca de 230 ações durante o mês.

De acordo com a Secretaria da Mulher, a iniciativa tem como objetivo incentivar a pauta feminina e acolher mulheres em todas as esferas.

Entre os presentes no evento, a deputada distrital Jaqueline Silva (Agir) lamentou a presença de apenas quatro deputadas na Câmara Legislativa do DF, mas declarou estar confiante de que cada vez mais mulheres ocuparão cargos importantes.

Também com direito a fala, a deputada federal Bia Kicis (PL) aproveitou para parabenizar a governadora em exercício pelo aniversário dela, comemorado nesta quinta, e informou que um projeto de Celina que tramitava na Câmara Federal, para a aprovação de crédito para pequenas empresas dirigidas por mulheres, foi aprovado nesta quinta.

“Mulheres são as maiores consumidores do país. Contudo, tinha acesso pífio aos créditos. Agora, isso mudará. Hoje aprovamos o projeto da governadora que garantirá esse direito que, certamente, ajudará muitas empreendedoras”, declarou Kicis.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comDistrito Federal

Você quer ficar por dentro das notícias do Distrito Federal e receber notificações em tempo real?