*
 

A Polícia Civil indiciou um casal por tentativa de homicídio contra o próprio filho, de apenas 2 meses. O homem e a mulher são acusados de fazer aplicações indevidas de insulina, o que teria provocado um problema no pâncreas do bebê, que foi levado para o Hospital Universitário de Brasília (HUB). Há outros três inquéritos abertos contra os pais. Eles são suspeitos de causar a morte de outros dois filhos, em 2015 e em 2016, e de tentar contra uma terceira criança, de seis anos.

Segundo informações da corporação, a equipe médica da unidade de saúde suspeitou da manipulação irregular de insulina. A mãe do bebê é acusada de injetar o medicamento e provocar a doença; e o pai, que é farmacêutico, de fornecer a substância. Ambos negam o crime.

A polícia suspeita que eles tenham aplicado o medicamento na tentativa de arrecadar dinheiro em campanhas nas redes sociais.  A Polícia Civil também quer saber como o casal conseguiu os medicamentos na Secretaria de Saúde.

O caso foi descoberto em julho deste ano, quando a equipe do HUB começou a suspeitar que a mãe estava injetando insulina no bebê. O Conselho Tutelar foi acionado e a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) começou a investigar o caso.

Segundo a DPCA, a mãe confessou o crime, mas o pai negou. No final do mês passado, a Promotoria de Justiça do Tribunal do Júri de Brasília denunciou os dois por tentativa de homicídio por motivo torpe contra o filho de dois meses.

Embora a Justiça tenha negado a prisão do casal, os quatro filhos foram afastados e estão, atualmente, em um abrigo, sobre proteção.

 

 

COMENTE

PCDFpais tentam matar um bebê
comunicar erro à redação