*
 

Dois dos eventos mais badalados da cidade receberam o certificado internacional pela prática do lixo zero em 2018. Carnaval no Parque e Surreal conseguiram reaproveitar mais de 90% dos resíduos produzidos pelo público, destinando para a compostagem os orgânicos e para reciclagem os papéis, plásticos e metais.

O Carnaval do Parque gerou em torno de 31 toneladas de resíduos. Desse total, 96,8% teve um destino mais nobre do que aterro sanitário, ou seja, foram reduzidos ou reaproveitados. Apenas 3,2%, que equivale a 1 tonelada, foi para o aterro sanitário. No Surreal, foram 34,95 toneladas de lixo e 90,3% passaram por reciclagem.

Evento pioneiro na destinação ecológica dos resíduos, o Na Praia de 2017 gerou 170 toneladas de lixo e conseguiu transformar 95,14% do lixo produzido em nova matéria prima.

O conceito Lixo Zero é uma meta para guiar pessoas e instituições a mudarem as práticas para incentivar os ciclos naturais. “Para chegarmos nesse patamar foi necessário engajamento e trabalho árduo de uma série de profissionais, agentes públicos, ONGs e a comunidade. Nosso propósito é conscientizar a população e mostrar ao setor que o Lixo Zero já é uma realidade”, afirma o diretor de Sustentabilidade e sócio da R2 Produções, Eduardo Azambuja

O certificado internacional, emitido pelo Instituto Lixo Zero Brasil, representante da Zero Waste International Alliance no país, será entregue na quinta-feira (7), em Brasília, no Seminário Internacional Eventos Lixo Zero.