Burocracia trava doação de insumos para intubação a hospitais do DF

Brasiliense fez uma vaquinha entre amigos e conseguiu 190 tubos endotraqueais para o HRG e HRSM, mas equipamentos não foram aceitos

atualizado 13/04/2021 22:22

Kit intubação - Pacientes com COVID-19 precisam esperar por vagas de UTI no HospVinícius Schmidt/Metrópoles

Um morador de Brasília tentou doar equipamentos de intubação para os Hospitais Regionais do Gama e de Santa Maria, mas não conseguiu. Nesta terça-feira (13/4), o empresário Ítalo Miranda, 40 anos, tentou entregar tubos endotraqueais com balão nas duas unidades públicas de saúde, mas não conseguiu. Ele arrecadou verba para comprar 190 insumos, que agora se mantêm dentro das caixas.

“Médicos e enfermeiros desses hospitais nos informaram sobre a dificuldade de conseguir os tubos e fomos atrás para ajudar. Conseguimos cerca de R$ 3 mil e compramos os tubos”, relatou o ex-funcionário da Câmara Legislativa do DF e, hoje, empresário, dono de lojas.

Apesar da iniciativa, feita por meio das redes sociais, Ítalo não conseguiu concretizar a entrega. “Não aceitaram os materiais. Fomos até o diretor e ele não quis receber”, contou ao Metrópoles.

No Facebook, o morador do Gama postou um vídeo com todos os momentos desde quando tentou fazer as doações, até quando o material de intubação foi negado no hospital do Gama. Veja:

O Metrópoles entrou em contato com a Secretaria de Saúde e com a assessoria do GDF para saber as razões para a negativa em receber os insumos mas não havia recebido resposta até a última atualização desta reportagem.

Últimas notícias