Brasília recebe cerimônia que celebra Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto

Evento terá como tema o combate à intolerância e a promoção dos direitos humanos. Representantes de diferentes religiões estarão presentes no edifício-sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB)

Divulgação
Leticia Carvalho
 

Combater a intolerância. Esse é o tema da campanha de 2016 da Confederação Israelita do Brasil (Conib), que será lançada, em Brasília, na quarta-feira (27/1), às 19h. A cerimônia celebra o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto, solenidade instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU). A data, criada em 2005, marca o dia em que tropas soviéticas libertaram o campo de extermínio de Auschwitz, na Polônia. O edifício-sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) receberá o evento.

Entre os convidados, estarão representantes de diferentes religiões. Casos recentes de atentados contra terreiros vem estampando manchetes de jornais no DF. Em 27 de janeiro, um barracão no Paranoá foi incendiado. Todos os santos foram queimados e a estrutura do local ficou destruída. A estudante Kayllane, de 11 anos, atingida por uma pedra quando saía de um culto de candomblé, no Rio de Janeiro, em junho de 2015, também irá à cerimônia.


“A cerimônia representa um momento importante de reflexão sobre um capítulo nefasto da história, e de ação para fortalecer a ideia da democracia no mundo, de respeito às diferenças para impedir que novos episódios como aqueles aconteçam”, afirma Fernando Lottenberg, presidente da Conib.

Segundo Lottenberg, cerca de 1.800 sobreviventes da tragédia residem no Brasil. Quatro pessoas que escolheram a capital para recomeçar a vida também farão parte da cerimônia. Além da homenagem aos seis milhões de judeus assassinados na 2ª Guerra Mundial, serão lembrados especialmente Ben Abraham e Aleksander Laks, falecidos em 2015.