Bebê é encontrado morto dentro de bolsa em usina de lixo do DF

Polícia acredita que feto foi abortado, mas não sabe se de forma espontânea ou provocada. Autoridades pedem que população passe informações

atualizado 10/01/2022 18:04

sacola aberta com brasão de leão na lateralDivulgação/PCDF

Um feto foi encontrado sem vida dentro de uma sacola na Usina Central de Tratamento de Lixo de Ceilândia, na manhã desta segunda-feira (10/1). Quem encontrou o corpo do bebê foi uma catadora que trabalha no setor.

Segundo a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), a função da catadora é separar os materiais. Quando ela pegou uma bolsa no meio do lixo, sentiu que estava mais pesada que o normal e abriu para ver o conteúdo.

Veja a sacola em que o feto foi encontrado: 

0

 

A mulher teria visto “partes provavelmente de um bebê” e, após levar a bolsa para um lugar seguro, confirmou que se tratava de um feto. Depois disso, ela e um amigo acionaram a PCDF e a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF).

As autoridades ainda não sabem a idade do bebê nem há quanto tempo ele morreu. Essas informações serão confirmadas pela perícia.

“Muito provavelmente esse caminhão descarregou essa mochila hoje pela manhã, pela informação que a gente teve, então pode ter sido recolhido na data de ontem. Embora a ocorrência tenha sido registrada hoje, o desaparecimento pode ter acontecido desde a data de ontem [9/1], ou sábado [8/1]”, ponderou o delegado Vander Braga, da 23ª Delegacia de Polícia (P Sul), que investiga o caso.

“Pedimos a divulgação das fotos da mochila ao máximo, alguém da família que conhece essa pessoa [que descartou o feto] vai identificar e fazer a denuncia”, afirmou o delegado. Segundo Vander, trata-se de um feto abortado, mas não se sabe se de forma espontânea ou provocada.

Qualquer pessoa que tenha informação sobre o descarte do feto pode entrar em contato com a 23ª DP no telefone 3207-7970, 3207-7980 ou no 197.

Mais lidas
Últimas notícias