Após cirurgia de emergência, Ibaneis segue internado: “Estou bem”

De acordo com boletim médico, foi identificada e corrigida uma perfuração em "segmento intestinal por um fragmento de osso"

atualizado 26/05/2020 9:50

Governador do DF, Ibaneis RochaFILIPE CARDOSO/ESPECIAL PARA O METRÓPOLES

Em boletim médico divulgado na manhã desta terça-feira (26/05), a equipe do Hospital DF Star, na Asa Sul, afirmou que o governador Ibaneis Rocha (MDB) continua internado, após cirurgia, mas encontra-se estável. “Estou bem”, disse o emedebista ao Metrópoles.

O chefe do Executivo local foi internado com dor abdominal aguda, ainda na tarde de segunda-feira (25/05). Após avaliação médica e realização de uma tomografia, foi decidido pelo procedimento cirúrgico.

“O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, segue internado no Hospital DF Star desde o dia 25 de maio, com quadro de abdômen agudo. Foi submetido à intervenção cirúrgica por vídeo na madrugada de 26 de maio, quando foi identificada e corrigida uma perfuração em um segmento intestinal por um fragmento de osso”, diz a nota.

“O procedimento se deu sem intercorrências e o governador encontra-se estável no pós-operatório”, aponta o comunicado.

0

A cirurgia

A operação ocorreu durante a madrugada e, por volta das 3h desta terça-feira (26/05), Ibaneis seguiu para a UTI pós-operatória. O cirurgião Ronaldo Cuenca foi o responsável pelo procedimento, por meio de laparoscopia.

Também participaram o médico intensivista Marcelo Maia (coordenador das terapias intensivas da Rede D’Or – DF) e o cardiologista João Poeys Júnior (coordenador médico da emergência do DF Star). O diretor-geral do Hospital DF Star, Pedro Henrique Loretti, acompanhou a equipe.

Ibaneis afirmou à coluna Grande Angular que começou a se sentir mal no início da tarde dessa segunda-feira (25/05). “Acordei ruim, com dores que se agravaram até as 14h. Procurei o hospital e fiz uma tomografia que constatou a alça intestinal obstruída. Vai dar tudo certo, estou bem tranquilo”, disse, confiante, pouco antes de entrar no centro cirúrgico.

Últimas notícias