Moradores de Águas Claras estão sem luz na tarde desta terça-feira (23/10). De acordo com a Companhia Energética de Brasília (CEB), um acidente com dois prestadores de serviço na  subestação da cidade, durante manutenção preventiva, às 14h14, forçou o desligamento de cinco circuitos que distribuem energia para parte da região administrativa.

Foram afetadas, ainda segundo a empresa, 23.427 unidades consumidoras, de um total de 84.436 clientes atendidos pela subestação. Por volta das 15h30, a energia não havia voltado.

Mais cedo, a estatal fazia manutenção programada da rede elétrica em Águas Claras. Para isso, interrompeu o fornecimento desde as 9h. O desligamento estava previsto para acabar às 15h. Nesse tipo de procedimento, funcionários da CEB fazem, geralmente, manutenção preventiva, trocam transformadores e postes, podam árvores e aumentam a rede de alta tensão.

Metrô-DF
As 24 estações do metrô também foram afetadas com o apagão. No entanto, o funcionamento dos trens foi mantido normalmente. O problema atingiu elevadores, escadas rolantes e catracas. A situação foi normalizada por volta das 16h.

Confira os locais previstos para manutenção em Águas Claras nesta terça (23):

Quadra 107, lotes 1/2, 1/6, 2/4, 2/4/6, 4/5, 5, 6, 7, 11 e 15

Alameda das Acácias, Quadra 107, lotes 1/3, 5, 5/6, 8, 12, 18 e 22/24

Rua das Aroeiras, Lote 1

Quadra 107, Lote 1

Avenida Flamboyant, Lote 24

Avenida Castanheira, lotes 4, 5 e 3350

Rua das Aroeiras, Quadra 107, lotes 1, 2/4 e 2/4/6

Rua 36 Norte, Lote 3.350

O apagão ocorreu um dia depois de começar a valer o reajuste tarifário da CEB autorizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Os consumidores com fornecimento em baixa tensão (residências e comércio de pequeno porte) tiveram reajuste de 6,15%; enquanto para os clientes conectados em alta tensão (indústrias e os grandes comércios) o aumento foi de 7,31%.

No dia 17 de outubro, falha em duas subestações deixou parte na Asa Norte sem energia. A CEB informou que 62.545 unidades consumidoras da região administrativa ficaram às escuras por até 40 minutos.

O problema, conforme salientou a estatal, pode ter sido provocado por uma queimada. “Às 15h08, um corredor de distribuição de 34,5 kV, que sai da Subestação Brasília Norte e alimenta as linhas 3 e 4 – localizadas na Asa Norte –, foi desligado pelo sistema de proteção, provavelmente devido a uma queimada”, destacou a empresa. Às 15h48, a energia foi restabelecida em sua totalidade.