Alemã morre após ser vítima de maus-tratos em bairro nobre de Brasília

Filho da idosa, de 57 anos, foi preso. A principal suspeita é que a mulher tenha sido vítima de maus-tratos

atualizado 29/07/2021 21:18

Mãos de idosas em detalhesRafaela Felicciano/Metrópoles

Uma idosa de 80 anos morreu após sofrer maus-tratos cometidos pelo próprio filho em um apartamento no setor no Sudoeste. O homem de 57 anos foi preso em flagrante, nesta quinta-feira (29/7), por policiais da 3ª Delegacia de Polícia (Cruzeiro) logo após a idosa, de nacionalidade alemã e naturalizada brasileira, dar entrada em um hospital. No entanto, a vítima não resistiu.

De acordo com as investigações, a mulher foi hospitalizada na tarde de quarta-feira (28) em estado grave com sinais de maus-tratos. Ela estava bastante debilitada, com feridas pelo corpo, desnutrida e inconsciente. Uma equipe de policiais compareceu ao hospital e verificou que o estado de saúde da mulher era bastante grave e compatível com uma situação de maus-tratos.

Os investigadores realizaram diligências para localizar o filho da vítima. O homem morava com a mãe e era o único familiar conhecido. Na residência, os policiais se depararam com cômodos em péssimas condições de higiene. Havia muito lixo acumulado, objetos fora do lugar, fezes e urina no colchão onde a idosa dormia, além de um cachorro morto.

No interior do apartamento, foram localizadas munições de calibres .380 e .38, razão pelo qual o filho da idosa foi preso em flagrante pela prática dos crimes de maus-tratos com resultado morte – cuja pena é de 4 a 12 anos de reclusão – e posse irregular de munição, que tem pena de 1 a 3 anos. O suspeito foi encaminhado à carceragem do Departamento de Polícia Especializada (DPE) e permanecerá à disposição da Justiça.

Últimas notícias