Agiota é preso com armas, munições e 260 galos de rinha no DF

A pessoa era investigada por agiotagem. Mandado de busca revelou que ele também é envolvido com maus-tratos a animais

atualizado 10/06/2021 18:51

galos em gaiolasDivulgação/PCDF

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) apreendeu 260 galos usados para rinhas em Planaltina. Os agentes descobriram os animais ao cumprir mandado de busca e apreensão nesta quarta-feira (9/6), na chácara de uma pessoa investigada pelo crime de agiotagem.

O suspeito é um homem de 54 anos e, segundo a 16ª Delegacia de Polícia (Planaltina), que investiga o caso, ele tem antecedentes policiais por roubo, extorsão, usura e posse irregular de arma de fogo.

Na chácara, foi descoberto um imenso local de rinhas de galo, com arenas e materiais para as lutas. O suspeito também foi autuado pelo crime ambiental de maus-tratos.

No local foram apreendidos ainda dois revólveres calibre 38 e munições irregulares, além de documentos indicativos da infração de agiotagem. A esposa do suspeito, de 46 anos, assumiu a propriedade das armas e os dois foram presos em flagrante delito.

0

 

Últimas notícias