Adolescente que teve braço e perna amputados bate meta para compra de próteses

Após matéria do Metrópoles, Catarina Gurgel, 15 anos, arrecadou R$ 130 mil para adquirir braço e perna mecânicos

atualizado 27/09/2021 10:53

Material cedido ao Metrópoles

A estudante Catarina Gurgel, de 15 anos, bateu a meta de arrecadar R$ 130 mil para a compra de próteses. A adolescente e moradora do Distrito Federal teve o braço esquerdo e a perna direita amputados, após diagnóstico de Sepse (infecção generalizada aguda) e hipotensão arterial, que a atingiram em agosto deste ano. A jovem recebeu alta hospital neste domingo (26/9).

Em entrevista ao Metrópoles que contou a história da adolescente, a mãe de Catarina, a professora Wilca de Abreu Gurgel, de 49 anos, explicou que há mais de 30 dias, em 22 de agosto, a filha deu entrada no hospital HOME com diagnóstico inicial de infecção urinária e o quadro evolui para Sepse.

“Ela estava sentindo dor de cabeça, com a boca ressecada e febre. Fomos para o hospital achando que podia ser Covid-19, mas a Catarina testou negativo. Voltamos para casa e ela piorou muito. Quando chegamos novamente ao hospital, no outro dia, ela foi levada para a unidade de terapia intensiva (UTI) imediatamente. Ficou intubada por 13 dias”, relatou a mãe.

No total, Catarina ficou 27 dias na UTI entre a vida e a morte. “O estado era gravíssimo. No primeiro momento, ela teve uma parada cardiorrespiratória de 12 minutos. Os médicos disseram que só um milagre salvaria a minha filha. Me apeguei à fé. Todos os parentes e amigos participaram da corrente de orações. Ela passou por cinco cirurgias vasculares e sobreviveu”, pontuou a professora.

Depois que a jovem acordou, no entanto, veio a notícia das amputações. Devido a complicações no quadro clínico, ela perdeu os dois membros do corpo. As cirurgias já foram realizadas.

0
Volta para casa

Depois de passar 36 dias internada no hospital HOME, a estudante Catarina Gurgel foi recepcionada por familiares e amigos na volta para casa. Em um vídeo postado no Instagram, o namorado da estudante toca piano para os presentes enquanto sua chegada é aguardada.

Além disso, um cartaz agradecendo a Deus pelo milagre foi colocado na entrada da residência e o chão que a estudante passaria foi decorado com vários coraçõezinhos. No momento da chegada, ela foi ovacionada pelos presentes.

Veja o momento da chegada de Catarina em casa:

Luta

Sensibilizada pela própria história, Catarina resolveu iniciar uma campanha on-line a fim de pedir ajuda e adquirir as próteses.

“Diante de tudo que passei, agora o que mais desejo é voltar para a minha vida normal dentro das limitações que me cabem. Quero continuar realizando os meus sonhos e celebrando a vida, uma dádiva de Deus. Agradeço a todos pela generosidade de me ajudar. Gratidão por estarem ao meu lado neste momento tão difícil e desafiador de minha tão jovem vida”, pede Catarina.

Veja o relato de Catarina por vídeo:

Últimas notícias