Adolescente indígena morto após descarga elétrica estava manuseando celular com pés descalços

Socorristas do Corpo de Bombeiros (CBDF) e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegaram a ser acionados

atualizado 27/09/2021 19:50

Testemunhas contaram em depoimento à Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) que o adolescente indígena de 15 anos que morreu após receber uma descarga elétrica estava descalço e com os pés molhados enquanto manuseava o celular. A tragédia ocorreu na sexta-feira (25/9), na aldeia Tekohaw, localizada na região do Setor Habitacional Noroeste.

De acordo com as investigações da 2ª Delegacia de Polícia (Asa Norte), o Instituto Médico Legal (IML) trabalha para identificar marcas no corpo do rapaz que possam indicar se ele foi vítima de um raio. O acidente ocorreu durante as fortes chuvas que caíram na capital do país naquele dia. “A DP aguarda laudos periciais e resposta do IML para confirmar ou afastar a hipótese quanto à causa da morte ter sido provocada por fenômenos da natureza”, informou a PCDF.

Socorristas do Corpo de Bombeiros (CBDF) e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegaram a ser acionados, mas o garoto não resistiu. As equipes realizaram procedimento de reanimação cardiopulmonar na vítima, mas os sinais vitais não retornaram.

Últimas notícias