Açougueiro é preso ao falsificar documento e tentar visto para os EUA

Homem foi detido em flagrante, no DF, ao apresentar dados falsos à Embaixada dos Estados Unidos em Brasília. Ele pagou R$ 5 mil a falsário

atualizado 23/04/2019 18:10

MARCELO CAMARGO/ AGÊNCIA BRASIL

Um açougueiro de 26 anos foi preso em flagrante nesta terça-feira (23/04/2019), por investigadores da 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul), ao tentar tirar o visto para os Estados Unidos com documentos falsos. Ele foi detido na embaixada norte-americana.

De acordo com a Polícia Civil do Distrito Federal, o homem apresentou aos agentes diplomáticos papéis falsos para obter visto de entrada no país.

O suspeito, que é natural de Sobrália, no interior de Minas Gerais, pagou R$ 5 mil para um falsário agilizar a documentação necessária: declaração de faculdade e de Imposto de Renda, além de dois extratos bancários, todos forjados.

“O documento da faculdade dizia que ele cursava o nono semestre de educação física em Minas Gerais, mas o rapaz só tem até o primeiro ano do ensino médio”, afirmou a delegada cartorária Bruna Eiras.

O motivo da viagem, de acordo com o suspeito, seria visitar um parente que mora nos EUA. “Ele disse que o irmão trabalha de jardineiro em Massachusetts e se casou com uma americana”, acrescentou Bruna.

Ainda de acordo com a delegada, casos parecidos com o do açougueiro têm sido comuns em Brasília. “A embaixada dos EUA relatou que pessoas da mesma região do país têm tentado conseguir o visto dessa forma.”

À polícia, o açougueiro disse não saber que estava cometendo um crime. “Ele alegou que pensava ser impossível conseguir visto com a renda de R$ 1,2 mil, por isso recorreu a esse método”, acrescentou a delegada.

O homem foi autuado por uso de documento falso. A pena varia de 1 a 5 anos de detenção. Até a última atualização deste texto, o responsável por falsificar os dados não havia sido identificado.

PCDF/Divulgação
O suspeito tem 26 anos e é natural de Minas Gerais

Últimas notícias