Ação contra grilagem tem remoção de invasões em duas regiões do DF

Foram demolidas 4 edificações na Cana do Reino, em Vicente Pires. Em São Sebastião, foram retirados 500m de muros e 2 caminhões de entulho

atualizado 03/08/2021 21:49

Operação Pronto-EmpregoDF Legal/Divulgação

Dando continuidade à Operação Pronto-Emprego, a Secretaria de Estado de Proteção da Ordem Urbanística do Distrito Federal (DF Legal) realizou nesta terça-feira (3/8) duas intervenções para inibir a atuação de grileiros. As ações aconteceram na região da Cana do Reino, em Vicente Pires, e em São Sebastião.

De acordo com a secretaria, a operação da Cana do Reino foi possível após a extinção de uma liminar que proibia a pasta de realizar remoções na região.

Nesta terça-feira foram removidas quatro edificações em alvenaria, 500 metros lineares de muros, também em alvenaria, 17 postes com energia elétrica, três bases de alvenaria para muro e uma edificação precária em madeira.

Foram retirados também 2 mil metros lineares de cerca de arames e mourões de madeira, outros três pontos de energia clandestinos, dois caminhões de brita e areia e um caminhão carroceria de materiais elétricos. A operação removeu ainda 500 metros lineares de rede de água e três poços artesianos.

Em São Sebastião a operação teve a retirada de 500 metros lineares de muros e dois caminhões com entulhos.

Operação Pronto Emprego

Com o objetivo de combater as invasões de terra e obras irregulares, a Operação Pronto-Emprego busca dar respostas às denúncias dessa natureza em um prazo de até 72 horas.

São removidos casas e barracos desabitados, cercamentos, bases para construção, muros, caixas d’água irregulares, cisternas e poços, entre outras edificações ilegais.

Últimas notícias