Ação coíbe ação de grileiros de terra em Ceilândia

Quarenta e quatro adultos foram presos e três adolescentes apreendidos por suspeita de grilagem de terra durante operação iniciada na manhã desta segunda-feira (25)

atualizado 25/04/2016 20:49

Renato Araújo/Agência Brasília

Quarenta e sete pessoas foram levadas à Delegacia Especial de Proteção ao Meio Ambiente e à Ordem Urbanística (Dema), no Complexo da Polícia Civil, nesta segunda-feira (25/4), por suspeita de grilagem de terra. De acordo com a Polícia Militar, elas foram detidas em flagrante ao demarcar um terreno de 10 mil metros quadrados em área pública. A área, da Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap), fica na QNR 2 de Ceilândia, próximo ao Setor Habitacional Sol Nascente.

A ação teve início na manhã desta segunda, quando policiais militares do 10º batalhão identificaram divisão suspeita do terreno durante ronda pela área. Outros órgãos foram acionados e, por volta das 16h, teve início a operação. Com os detidos — 44 adultos e três adolescentes —, foram apreendidos carrinho de mão, arame farpado e cercas. Três barracos de lona foram derrubados.

Participaram da ação 25 policiais militares, nove agentes da Polícia Civil e três representantes da Subchefia de Ordem Pública e Social (Sops), da Casa Militar.

Mais lidas
Últimas notícias