PAS: 1º lugar para UnB estudou 14h por dia. Veja lista de aprovados

Letícia Starling passou para medicina com a nota mais alta do Campus Darcy Ribeiro. Eduardo Mendes, 17, foi o melhor na unidade de Ceilândia

Arquivo PessoalArquivo Pessoal

atualizado 22/03/2019 20:53

Foram 14 horas de estudo diárias, dedicação por três anos e a vontade de seguir a carreira médica. Aos 18 anos, Letícia Luzardo Starling (foto em destaque) pode comemorar o resultado de seu esforço: é a primeira colocada no Campus Darcy Ribeiro, na Asa Norte, para uma vaga na Universidade de Brasília (UnB) por meio do Programa de Avaliação Seriada (PAS). A jovem disputou a terceira etapa da seleção para o segundo semestre deste ano.

A UnB divulgou nesta sexta-feira (22/3) a lista dos aprovados (veja abaixo). Foram 12.260 inscritos para 4.222 vagas para o Subprograma 2016-2018 do PAS – divididas em 2.112 para o primeiro semestre de 2019 e 2.110 para o segundo. Letícia recebeu o resultado de primeira classificada no certame, com média de 171,9.

Moradora da Asa Norte, a estudante dedicou os últimos três anos aos estudos. Ela concluiu o ensino médio no Colégio Podion, em dezembro de 2018, e iniciará o curso na UnB em agosto de 2019. “Tinha dificuldade de me concentrar estudando em casa. Então, basicamente, acampava na escola. Chegava às 7h12 para as aulas e continuava a rotina na sala de estudos até as 21h30”, relata.

Já no primeiro ano do ensino médio, Letícia sabia que seu desejo era cursar medicina. “Sempre quis fazer o curso porque quero ajudar as pessoas. Eu sabia que a concorrência era alta e que precisava me esforçar”, lembra.

Outra aprovação
No início do ano, Letícia havia recebido o resultado de aprovação da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS). Ela passou em terceiro lugar pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu). “Eu já estava estudando lá, mas agora abrirei uma vaga para outro aprovado e vou para a UnB”, diz.

A jovem soube do resultado desta sexta pela internet. Não conseguiu acessar o link devido à grande procura pela lista de aprovados. Porém, rapidamente recebeu as informações de amigos. Agora, pretende focar os estudos e decidir se fará cirurgia ou neurologia como especialidade da carreira.

Arquivo Pessoal
Eduardo passou em primeiro no campus de Ceilândia

 

Enfermagem
No campus de Ceilândia, o primeiro colocado foi Eduardo Mendes Moura, 17 anos. Ele manteve rotina similar à de Letícia nos estudos. “No primeiro ano, estudei sozinho em casa. Depois, fiz cursinho presencial e estudei on-line. Eram quase 15 horas por dia, contando com a escola”, revela. A rotina começava às 7h e acabava por volta das 23h.

Eduardo começará as aulas na UnB no segundo semestre, mas não vai deixar a matéria do vestibular de lado. Ele quer fazer o curso de medicina e vai conciliar o estudo de enfermagem com os exames da UnB.

Inscrições
O Cebraspe, banca organizadora do certame, ressalta que os convocados devem prestar atenção às datas do registro, que ocorrerá de forma on-line, entre 1º e 9 de julho. O selecionado deve enviar a documentação prevista no edital por meio de upload no site do PAS/UnB. Depois, precisará comparecer a um posto da Secretaria de Administração Acadêmica (SAA), de 8 a 9 de julho, para entrega dos documentos. As aulas começam em 12 de agosto.

Veja a lista de aprovados:

Surpresa
No campus da Asa Norte, onde tradicionalmente fica uma lista impressa dos aprovados, a estudante Rafaella Brant, 18 anos, disse ter sido pega de surpresa e que não esperava ser aprovada para o curso de arquitetura. “Eu viu o resultado em casa. Não tive coragem de ver aqui primeiro. Já tinha desistido de passar pelo PAS. Tentei pelo Enem [Exame Nacional do Ensino Médio] e, inclusive, já tinha feito uma semana de cursinho”, relatou.

Quem também afirmou que não esperava ser convocado foi o recém-aprovado estudante de química tecnológica Alexandre Marques, 18. “Vim para tacar ovo e farinha no meu amigo e descobri que tinha passado. Acabei tomando tinta. Foi estranho, não imaginava, fiquei surpreso”, contou.

O amigo de Alexandre é Pedro Vinícius Montenegro, 18, aprovado para design. “Fiquei muito feliz com o resultado. Da primeira vez, tinha ficado em nono de um total de oito vagas, mas alguém desistiu e eu entrei”, comemorou.

Enzo Augusto Tidon Franco, 17, já imaginava que ia ser aprovado. “Estava em vigésimo sexto de vinte e seis vagas, então já desconfiava. Mesmo assim fiquei muito feliz, passei para direito, que é um curso difícil e concorrido.”

Últimas notícias