Conteúdo especial

Potência Tech oferece bolsas de tecnologia para sub-representados

Já ouviu falar em apagão tecnológico? Falta de formação e empresas que crescem no setor formam desequilíbrio social. Educação é o caminho.

atualizado 02/02/2022 14:28

Com o objetivo de ajudar a formar e empregar 25 mil pessoas na área de tecnologia no Brasil, o programa Potência Tech foi lançado neste mês em uma iniciativa do iFood – maior empresa de food delivery da América Latina – que se enxerga como parte da solução e se propõe a atuar de forma muito prática na solução de problemas do ecossistema em que atua. Em parceria com empresas especializadas como Resilia, Reprograma e Cubo Academy, o projeto prioriza grupos sub-representados da sociedade e oferece cursos e bolsas de estudo gratuitas para desenvolvedores nas áreas de Web Full-Stack, Front-End, Back-End e Data Science

Potência é uma plataforma totalmente gratuita que oferece cursos, bolsas e vagas e tem como objetivo também criar uma comunidade para trocas de experiências para desenvolvimento profissional. As inscrições estão abertas no site www.potenciatech.com.br e para se inscrever basta morar no Brasil, ser maior de 18 anos e fazer parte de grupos sub-representados (mulheres – cis e trans -, pessoas autodeclaradas negras – pretas e pardas – , amarelas ou indígenas, LGBTQIA+, com deficiência e/ou com renda familiar per capita de até R$1.650). 

Para se ter ideia, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Tecnologia e Estatística) de 2019, só 13% dos estudantes de Computação e Tecnologia de Informação no país são mulheres. Nesse mesmo ano, a Microsoft levantou que apenas 25% das pessoas empregadas em áreas técnicas de TI no Brasil são mulheres. Mais recente, em 2021, 59% das pessoas negras entrevistadas pela pesquisa Potências Negras Tech afirmaram ter interesse na área, apesar de não trabalharem com isso. 

Em contrapartida, existem hoje no país mais de 70 mil vagas abertas e não preenchidas em tecnologia e só 46 mil profissionais são formados nessa área por ano, de acordo com a Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação. 

Esse é um dos desafios que o iFood decidiu encarar de frente para trabalhar de forma efetiva pelo cenário da Educação no país. Especialmente por ser uma das gigantes de tecnologia no Brasil, sabe que pode fazer muito por esse cenário, dedicando a mesma tecnologia e inovação do app no bem-estar e desenvolvimento sustentável desse ecossistema.

iFood

Facebook: https://www.facebook.com/iFood

Instagram: https://www.instagram.com/ifoodbrasil/

Twitter: https://twitter.com/iFood

Linkedin: https://www.linkedin.com/company/ifood-/