Conteúdo especial

Peça-chave da Cambridge Analytica é confirmada em evento on-line no Brasil

Brittany Kaiser, ex-diretora da empresa e protagonista do documentário Privacidade Hackeada, é uma das palestrantes do Sebrae Inova Digital

atualizado 03/11/2020 13:20

Uma das principais responsáveis por colocar em xeque a credibilidade das eleições de 2016 nos Estados Unidos, Brittney Kaiser é um dos nomes internacionais confirmados no Sebrae Inova Digital, evento on-line que discutirá práticas e tendências do universo digital. A ex-funcionária da Cambridge Analytica, empresa britânica que durante anos combinou, de forma indevida, análise de dados virtuais com comunicação estratégica, se apresenta na abertura da conferência, em 12 de novembro, com a palestra “Como a Big Data, Trump e o Facebook quebraram a democracia?”.

Curiosamente, a protagonista do aclamado documentário Privacidade Hackeada, da Netflix, irá discutir com os participantes questões sobre compartilhamento ilegal de informações para o marketing político justamente após a realização das eleições presidenciais nos Estados Unidos.

Brittany, uma democrata convicta, trabalhou em 2008 de forma voluntária na campanha do ex-presidente norte-americano Barack Obama. Na época, considerava que o uso e a coleta de dados obtidos por meio da internet tinham um futuro brilhante, sobretudo no que diz respeito aos propósitos humanitários. Atuou também na África do Sul e na Líbia pós-Gadaffi em prol dos direitos humanos. Anos depois, aceitou um convite de trabalho para atuar como diretora de negócios da Cambridge Analytica. O que ela não esperava é que durante três anos faria parte de um dos maiores escândalos da indústria virtual.

O caso veio à tona depois que o jornal britânico The Guardian revelou que a empresa Cambridge Analytica vasculhou, manipulou e se apropriou de dados de 87 milhões de usuários do Facebook, sem o consenso ou permissão de ninguém. O material foi utilizado para alimentar algoritmos, traçar perfis psicográficos e criar anúncios segmentados com o intuito de manipular eleitores indecisos. A prática teria exercido influência decisiva, em especial, no pleito que levou Trump à Casa Branca e no plebiscito sobre o Brexit, na Inglaterra.

Quando começaram a surgir as primeiras acusações, a jovem profissional, então com 27 anos, passou de gênio em ascensão em serviços de estratégia digital a delatora. Ela foi peça-chave no caso e colaborou com as autoridades britânicas e norte-americanas para desvendar o funcionamento do esquema de violação de privacidade realizado pela empresa. Auxiliou, ainda, o procurador dos EUA, Robert Mueller, na investigação sobre a interferência russa nas eleições de 2016.

A ex-funcionária da Cambridge Analytica, Brittany Kaiser, durante depoimento à comissão do Parlamento britânico

Desde que o assunto veio a público, os serviços realizados por empresas como a Cambridge Analytica têm levantado debates em todo o mundo sobre métodos de interferência e persuasão realizados por meio de tecnologias que violam a privacidade de dados com o objetivo de manipular ansiedades e medos na população.

Ativista internacional

Após o escândalo, Brittany iniciou uma empreitada que ganhou projeção mundial. À frente da fundação Own Your Data, ela começou a atuar na defesa da privacidade digital, sugerindo, inclusive, que qualquer pessoa tivesse o direito de proteger e vender os próprios dados virtuais a quem quiser. Ela luta, agora, pela aprovação de leis que regulamentam o setor, tornando-se uma referência internacional na defesa da privacidade de dados.

Kaiser também escreveu o livro Manipulados, lançado no Brasil em 2019, em que traz a história de ascensão e queda da Cambridge Analytica e do CEO da empresa, Alexander Nix. Atualmente, a ativista se nega a usar serviços de gigantes como Amazon, Facebook e Google.

Brittany-Kaiser
Atualmente, Brittany Kaiser se nega a usar qualquer serviço de redes sociais

Sebrae Inova Digital

O evento vai reunir as principais autoridades nacionais e internacionais para discutir temas como empreendedorismo, marketing digital, proteção de dados e tendências. A iniciativa é gratuita e a transmissão irá ocorrer totalmente por meio digital.

A programação também conta com a participação de Jaron Lanier, outro entusiasta da internet, conhecido por ter contribuído na criação do protocolo da rede mundial de computadores, sendo considerado uma das mentes mais brilhantes do Vale do Silício; do empresário Flávio Augusto (Wise Up e Orlando City Soccer Club); do autor do livro Seja Foda, Caio Carneiro; do cofundador da Resultados Digitais, André Siqueira; da primeira influenciadora digital de moda brasileira, Camila Coutinho; do fundador da marca Reserva, Rony Meisier; do professor Clóvis de Barros Filho; e do chefe de e-commerce da fabricante chinesa Xiaomi para América Latina, In Hsieh; entre outras personalidades.

As inscrições são limitadas e podem ser feitas na página do Sebrae Inova Digital. Por lá é possível conferir toda a programação, bem como a lista de palestras que serão realizadas com conteúdos complementares, como storytelling, copywriting, inbound marketing, entre outros.