Conteúdo especial

Cirurgia de catarata resgata qualidade de vida ao reverter cegueira

Visitas regulares ao oftalmologista ajudam a evitar a doença, que pode levar à perda da visão de forma silenciosa

atualizado 11/05/2022 11:14

Você sabia que a catarata é a principal causa de cegueira reversível em todo o mundo? Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a doença é responsável por 47,8% dos casos. No Brasil, são registrados a cada ano, em média, mais de 400 mil novos casos. Ela provoca a perda progressiva da visão, podendo ser imperceptível pelo paciente nos estágios iniciais. A boa notícia é que há cura para o problema.

A doença é provocada pelo processo natural da opacificação do cristalino, a lente natural dos olhos, o que, em geral, ocorre conforme o envelhecimento. Essa alteração é extremamente comum e pode prejudicar a qualidade de vida das pessoas.

“A catarata mais comum é a senil, que costuma atingir após os 60 anos de idade. Mas também existem causas congênitas, traumáticas e medicamentosas. Os sinais iniciais são a piora da visão, que o óculos não é capaz de corrigir”, explica o médico oftalmologista especializado em cirurgia de catarata do CBV-Hospital de Olhos, Durval Carvalho.

0

Entre os sintomas comuns estão: visão nublada e dupla, diminuição da visualização do contraste de objetos e sensibilidade à luz. Além disso, a vista cansada é uma das consequências. Com o avanço da doença, as dificuldades aumentam progressivamente e a pessoa passa a enxergar apenas vultos, podendo evoluir, em alguns casos, até a cegueira. “Embora tenha um desenvolvimento lento, essa enfermidade pode variar de indivíduo para indivíduo”, ressalta o especialista Durval.

Médico oftalmologista especializado em cirurgia de catarata do CBV-Hospital de Olhos, Durval Carvalho

Atividades simples do dia a dia como ler, escrever, dirigir e até pegar objetos que estão próximos se tornam um desafio. Para piorar, a catarata pode ser silenciosa, não apresentando sintomas, por isso a importância da visita frequente ao oftalmologista para avaliar os riscos e o desenvolvimento de doenças oculares precocemente.

Tratamento e cura da catarata

A cirurgia é a única solução para tratar os casos “maduros” e até de cegueira provocados pela catarata. O CBV-Hospital de Olhos, renomado centro de tratamento e diagnóstico de olhos em Brasília, conta com um moderno e bem equipado centro cirúrgico capacitado para fazer todos os procedimentos necessários em caso de diagnósticos e tratamentos nas mais diversas patologias oculares.

As técnicas cirúrgicas evoluíram bastante nos últimos anos e um dos procedimentos com maior grau de recomendação é o implante de lentes intraoculares (LIOs) para reposição do cristalino natural, pois permite uma rápida recuperação e melhor qualidade da visão.

“Antes, o paciente passava por incisões na córnea que chegavam a 10 mm. Hoje, com a evolução das LIOs, que podem ser implantadas dobradas, contamos com pequenas incisões de 2 mm, que juntamente com a facoemulsificação –  a catarata é quebrada e aspirada por meio de um aparelho de ultrassom -, diminuiu os riscos e complicações da cirurgia de catarata”, explica Durval Carvalho.

Já o uso do laser Femtosegundo elimina a utilização de bisturis, garantindo uma cirurgia mais precisa e controlada que a técnica manual. A tecnologia é ajustada de forma individualizada e, de acordo com as imagens fornecidas em tempo real por um tomógrafo integrado, faz as incisões necessárias e também a fragmentação da parte interna do cristalino. O procedimento é feito com anestesia local e não são necessários pontos de sutura nem curativos. Complicações no pós-operatório são raras.

O avanço tecnológico também possibilitou que a cirurgia da catarata seja aproveitada para corrigir outros problemas de visão, como a presbiopia, miopia, astigmatismo e hipermetropia. A lente intraocular, que substitui o cristalino opaco, pode ser personalizada de acordo com o grau necessário para corrigir a visão, livrando o paciente dos óculos, na maioria dos casos.

Com os avanços, é possível tratar em definitivo a catarata. Não existe limite de idade para a cirurgia, e, em situações específicas, a operação é indicada precocemente, quando, por exemplo, o indivíduo tem o cristalino como causa de aumento da pressão intraocular. Por isso, vale enfatizar a necessidade de procurar um oftalmologista para diagnósticos precocemente. O CBV-Hospital de Olhos conta com profissionais altamente gabaritados da oftalmologia e tecnologia de ponta.

CBV Hospital de Olhos

Site | Facebook | Instagram
Telefone/WhatsApp: (61) 3214-5000
E-mail: [email protected]