Conteúdo especial

Casa Thomas Jefferson anuncia abertura de escola de educação bilíngue

ONE School funcionará na unidade Lago Sul e terá primeiras turmas para o ano letivo de 2022

atualizado 07/10/2021 17:06

Educação bilíngue de verdade, com 50% das vivências diárias em português e 50% em inglês, seguindo as diretrizes da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) aliadas ao currículo internacional de Cambridge. Assim é a ONE School, a escola da Casa Thomas Jefferson, que está com matrículas abertas para o ano letivo de 2022. Inicialmente, serão atendidos alunos da Educação Infantil e, a partir de 2023, do Ensino Fundamental. 

“Na ONE School, a criança não tem aula de inglês por algumas horas na semana; ela aprende o inglês nas vivências e experiências diárias, em imersões na língua inglesa. E isso, claro, com a garantia de quem entende a fundo sobre o processo de aquisição de uma língua adicional”, destaca a diretora Administrativa e Pedagógica da ONE School, Denise De Felice.

A nova escola atende a uma demanda das famílias de Brasília e nasce da rica trajetória da Casa Thomas Jefferson, um centro binacional fundado há mais de 58 anos e reconhecido pela Embaixada dos Estados Unidos por sua excelência no ensino da língua inglesa e em educação. 

No processo de educação adotado pela ONE School, a criança está no centro da aprendizagem, com sua curiosidade de descobrir o mundo. Suas individualidades, seus tempos e suas capacidades são respeitadas. “Ela traz consigo muitos aprendizados que já vem fazendo em seu núcleo familiar. Tem sua própria cultura, que é diferente da cultura do adulto. A escola precisa reconhecer e valorizar a cultura da criança”, explica Denise.

Na ONE School, as perguntas não são previamente elaboradas pelo professor para respostas já esperadas. Elas nascem naturalmente durante os processos de investigação e são formuladas principalmente pela criança, que está curiosa por descobrir o mundo. 

Nesse processo, a ONE School conta com um grande diferencial: é a primeira escola de educação básica em Brasília com um ateliê inspirado na abordagem pedagógica nascida na província de Reggio Emilia, na Itália. Trata-se de um espaço que valoriza a expressividade e a criatividade.

“O espaço físico é propício para o diálogo e a conexão com materiais manipuláveis e diversificados, que fomentam a experimentação e a pesquisa. As experiências realizadas no ateliê enfatizam a importância da imaginação, da estética, das linguagens no percurso de formação e de conhecimento”, afirma Denise. “O propósito da ONE School, ao ter um ateliê, é de desafiar a criança a observar, a pensar estratégias, a fazer escolhas, a criar, a resolver problemas, a formular hipóteses, entre outras habilidades essenciais para o seu desenvolvimento integral.”

Outro diferencial da ONE School é a cultura do movimento Maker, que tem papel fundamental na inovação educacional e está presente em cada espaço de aprendizagem da nova escola. No Makerspace, os alunos vivenciam desde pequenos os conteúdos das áreas de conhecimento STEAM (Ciências, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática) por meio da experiência com diversos materiais, ferramentas e tecnologias.

ONE School - Casa Thomas Jefferson

“Aprender fazendo promove a aquisição de habilidades essenciais no mundo atual e para o futuro. O aprendiz se sente empoderado para criar ou consertar algo em situações que podem ocorrer em sua vida ou em sua comunidade, por exemplo, contribuindo para o desenvolvimento de sua autonomia”, ressalta Denise De Felice. 

A ONE School funcionará na unidade Lago Sul da Casa Thomas Jefferson, que está passando por uma grande reforma, com ampliação e nova infraestrutura, para receber os estudantes. 

Para conhecer mais sobre a sua nova escola bilíngue, clique aqui.