Conteúdo especial

Açougue 61, pioneiro na produção de raças nobres no DF

Brasilienses não precisam mais procurar em outras unidades federativas carnes de alta qualidade como Black Angus e Wagyu Black

atualizado 24/11/2021 16:24

O Açougue 61 chegou em Brasília no ano de 2018 para oferecer, ao público brasiliense, proteína bovina de alta qualidade produzida no Brasil e exportada aos mercados mais exigentes do mundo. Os cortes da casa são da raça Black Angus e, mais recentemente, os cortes da raça Wagyu, ambos provenientes de cruzamento industrial na Fazenda 61. Localizada a cerca de 100 km da área central de Brasília, a fazenda é homologada na cota mais exigente de exportação, a Cota Hilton – requisito necessário para exportação na Europa.

“Somos pioneiros em produzir e ofertar os cortes dessa raça bovina. Nosso lema é farm to table Angus experience. Ou seja, produzimos a matéria-prima desde a fazenda, com os cuidados em todas as etapas do processo de industrialização, até chegar à mesa do cliente” explica Diego Oliveira, CEO do Açougue 61. 

Fazenda 61 está localizada a 100 km da capital federal
Fazenda 61 está localizada a 100 km da capital federal

Por ser uma empresa que produz e não somente faz a distribuição, o Açougue 61 consegue aliar o padrão do produto a um preço condizente com a necessidade de mercado. Isso significa que não há intermediário na distribuição, fator que poderia elevar ainda mais o custo da proteína.

“Conseguimos centralizar, no último ano, a operação de produção, armazenagem e distribuição em Brasília e entorno, que anteriormente era feita, parcialmente, entre Brasília e Goiânia. Tudo isso aproxima e viabiliza ao cliente um melhor custo-benefício”, reforça o empresário.

Diego Oliveira é CEO do Açougue 61

Dessa forma, tanto o cliente empresarial quanto o de varejo tem acesso a uma carne de padrão artesanal, com preço competitivo ao mercado de Brasília para os mais variados públicos. O cardápio conta, por exemplo, com a Picanha Wagyu 61 a R$ 349,90/kg; Picanha Black Angus 61, R$ 219,90/kg; e Short Rib e Shoulder Angus 61, R$ 59,90/kg.

As carnes podem ser compradas pelo público de varejo na unidade do Açougue 61 na 403 Sul, no ponto de venda no Lago Distribuidora na QI 15 ou até mesmo no atacado pelas empresas do DF por meio dos consultores de vendas.

Há opção também de degustar algumas das carnes em restaurantes de alta gastronomia reconhecidos em Brasília, como o Trattoria da Rosário e o Lago Restaurante, que têm, nos respectivos cardápios, opções de pratos com cortes Black do Açougue 61. 

Restaurante 61, expansão e investimento

Há 3 anos sendo sinônimo de extrema qualidade e excelência na distribuição de proteína bovina de alta qualidade e um quarto de século de know-how na criação e desenvolvimento de animais de alto rendimento, o espaço na 403 Sul está na contagem regressiva para reabrir o Restaurante 61 no próximo semestre. Até então, o espaço estava fechado devido às restrições sanitárias causadas pela pandemia. 

“Vamos inaugurar um novo leque gastronômico, onde o público poderá escolher opções exclusivas de cortes frescos aliados com os tradicionais cortes Black Angus 61, além dos novos cortes de Wagyu 61”, conta Diego.

Com foco em novos públicos, inserção do Açougue 61 no atacado e criação de estrutura para o delivery, o negócio cresceu 250% em 2021. “Nós investimos em 2021 na estrutura operacional para que possamos atender as melhores casas gastronômicas do DF com o padrão e a qualidade que esse público merece”, afirma o empresário. Além disso, a expectativa é alçar a marca em escala nacional, ampliando as operações inicialmente em Goiânia e São Paulo.

0

Açougue 61

SCLS 403, Bloco A – Asa Sul
Funcionamento: De terça a sábado, das 9h às 20h; e domingos e feriados, das 9h30 às 17h
Redes sociais: Instagram Varejo | Instagram Empresas | Facebook | YouTube
Telefone: (061) 99819-8249
Para contato via WhatsApp, clique aqui