Vaqueiro, panfleteiro, vendedor e corretor de imóveis: DF tem 420 vagas de emprego

Os salários chegam a R$ 2.581,15 e as oportunidades estão disponíveis nas agências do Trabalhador do Distrito Federal

atualizado 20/01/2021 6:45

Agencia do trabalhadorHugo Barreto/Metrópoles

Quem está em busca de um posto no mercado de trabalho deve ficar atento às vagas disponíveis nas agências do trabalhador do DF nesta quarta-feira (20/1). São 420 oportunidades. Os salários chegam a R$ 2.581,15.

Estão sendo oferecidas duas vagas para técnico de projetos mecânicos com esta remuneração. Além disso, os contratados receberão benefícios, como auxílios alimentação e transporte. Para concorrer, é preciso ter ensino médio e experiência comprovada.

As oportunidades estão distribuídas em 68 profissões diferentes. Cinco delas são destinadas exclusivamente para pessoas com deficiência, com salários de R$ 1.218 a R$ 1.738: uma para bombeiro hidráulico, outra para carpinteiro, mais uma para soldador e duas para vendedor interno.

Na área administrativa, sete vagas contemplam analistas de recursos humanos e auxiliares administrativo e de contabilidade. Os salários variam entre R$ 1,7 mil e R$ 2,5 mil, mais benefícios.

As profissões com maior número de vagas são representante comercial autônomo (54), vendedor (31) e corretor de imóveis (30). A maioria dos contratantes não exige escolaridade nem experiência. As remunerações podem chegar a R$ 1,5 mil, mais benefícios.

As agências também estão com oportunidades para vaqueiro (4), soldador elétrico (2), panfleteiro (2) e lubrificador de automóveis (1), com salários entre R$ 1,1 mil e R$ 1,5 mil, mais benefícios.

Os candidatos devem buscar das agências do trabalhador, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Empreendedores que desejam buscar profissionais também podem utilizar os serviços das agências do trabalhador. Além do cadastro de vagas, é possível usar os espaços físicos para seleção dos candidatos encaminhados. Para isso, basta acessar o site da Secretaria do Trabalho e preencher o formulário na aba “empregador”.

Com informações da Agência Brasília

Últimas notícias