*
 

O edital para o concurso do Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região (Concurso TRT 14) com jurisdição nos estados do Acre e Rondônia foi divulgado. São 2 vagas e cadastro reserva para Analista Judiciário – Especialidade Estatística (1), e Analista Judiciário – Especialidade Psicologia (1).

A banca organizadora é a Fundação Carlos Chagas, e as inscrições deverão ser feitas exclusivamente via Internet, entre 10h do dia 2/7e 14h do dia 20/7. O valor da taxa de inscrição é de R$ 90.

Para participar do concurso é necessário possuir ensino superior completo. A remuneração inicial é de R$ 11.006,83 (onze mil e seis reais e oitenta e três centavos).

Analista Judiciário, Área Apoio Especializado, Especialidade Psicologia
Deverá realizar atividades relacionadas às áreas de psicologia organizacional e clínica; realizar atendimentos, diagnósticos e inspeções de saúde; prescrever tratamentos; realizar visitas domiciliares ou em dependências hospitalares; emitir laudos e pareceres; conceder licenças para tratamento de saúde relacionadas à psicologia; homologar atestados de saúde relacionados à psicologia emitidos por profissionais externos ao quadro do Tribunal; atuar em programas de educação e prevenção de doenças; atuar em processos de seleção, acompanhamento, treinamento, análise ocupacional, avaliação de desempenho e desligamento de pessoal; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Analista Judiciário, Área Apoio Especializado, Especialidade Estatística
Tem a função de planejar e desenvolver investigações estatísticas; coordenar os trabalhos de coleta, análise e interpretação de dados; elaborar pareceres e instrumentais técnicos, laudos e relatórios; fornecer informações que favoreçam tomadas de decisões e o acompanhamento da execução de atividades; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Processo Seletivo
Para todos os cargos, haverão  provas objetivas de conhecimentos gerais e de conhecimentos específicos, com questões objetivas de múltipla escolha.

Para o cargo de analista judiciário serão cobradas especialidades como estatística – A01 e psicologia – B02 a prova discursiva – estudo de caso, será aplicada no mesmo dia e horário das provas objetivas de conhecimentos gerais e conhecimentos específicos.

Serão avaliadas as provas de estudo de caso dos candidatos habilitados e mais bem classificados nas provas objetivas (conhecimentos gerais e conhecimentos específicos).

A aplicação das provas objetivas e estudo de caso está prevista para o dia 26/8, no período da manhã, na cidade de Porto Velho em Rondônia.

Para mais informações, acesse o edital do concurso aqui.