Pessoas com deficiência: Sejus organiza seleção para empresas do DF

Com a ação, Secretaria contribui para a ampliação desse mercado de trabalho e incentiva o cumprimento da Lei 8213/91

IStockIStock

atualizado 29/08/2019 19:49

Pessoas com deficiência que estão à procura de uma vaga no mercado de trabalho podem participar, nesta sexta-feira (30/08/2019), de mais uma edição do Dia D da Inclusão no Mercado de Trabalho, organizado pela Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus-DF). O evento acontece na Estação do Metrô, na 112 Sul, das 8h às 17h.

Nesta quinta-feira (29/08/2019), primeiro dia do evento, centenas de pessoas com deficiência entregaram currículo e fizeram entrevistas para disputar as 438 vagas de trabalho oferecidas, o dobro da primeira edição realizada em março.

Diagnosticado com deficiência física leve, Humberto Teófilo, 45 anos, saiu cedo de casa, nesta quinta-feira (29/08/2019), para se candidatar à vaga de vigilante. “Essa ação é de grande serventia, porque está difícil arrumar um emprego. Quando vêem a minha dificuldade e que sou deficiente, pensam que não sou capaz”, comentou Humberto, que saberá o resultado da entrevista até segunda feira. “Estou esperançoso. Acho que me saí bem na entrevista”.

A Sejus reúne as empresas que dispõem de vagas e as pessoas com deficiência que estão em busca de trabalho, apoiando na realização do processo seletivo. “Com essa ação, a Sejus contribui para a ampliação do número dessas pessoas no mercado formal de trabalho e incentiva o cumprimento da Lei nº 8213/91, que estabelece a reserva legal de vagas nas empresas para contratação de trabalhadores com deficiência”, explicou o secretário da pasta, Gustavo Rocha.

As vagas estão disponíveis nas seguintes áreas: operador de telemarketing, auxiliar de manutenção, auxiliar de limpeza, empacotador, frentista, programador de Java-PHP, recepcionista, copeira, consultor de vendas, enfermeiro, motorista, auxiliar de produção, operador de loja, técnico de suporte entre outras.

Para participar, o candidato deve se dirigir, antes, à Agência do Trabalhador – que fica na mesma estação –, onde passará por uma avaliação. Caso o perfil se encaixe dentro de alguma vaga, ele receberá a carta de encaminhamento que deverá ser levada juntamente com cópias do currículo e também com o laudo médico atualizado.

Parcerias

O trabalho é realizado por meio de uma parceria com a iniciativa privada e o apoio do Ministério Público do Trabalho, Secretaria do Trabalho e do Fórum de Inclusão das Pessoas com Deficiência.

Últimas notícias