DF: 67% da população acham que curso técnico ajuda a alcançar emprego

Dados fazem parte da pesquisa Qualificação Profissional, feita pelo Instituto FSB e encomendada pelo Senac-DF

Senac/DivulgaçãoSenac/Divulgação

atualizado 05/08/2019 18:53

Para 67,6% dos brasilienses, a educação técnica é uma alternativa para fugir do desemprego ou ser promovido no Distrito Federal. Os dados fazem parte da pesquisa Qualificação Profissional, feita pelo Instituto FSB e encomendada pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial no DF (Senac-DF).

O estudo mostra quais são, na opinião dos moradores do Distrito Federal, os maiores facilitadores e obstáculos para a entrada no mercado de trabalho. Para 36,8% dos brasilienses, o maior empecilho é a falta de vagas. Enquanto isso, o ponto mais importante para conseguir um emprego, na opinião de 45,4% dos entrevistados, é ter uma formação profissional.

Esse tipo de qualificação teve destaque nos resultados: cursos técnicos são considerados úteis ou muito úteis por 89,4% dos habitantes que fizeram ou estão fazendo esta modalidade de ensino.

Cursos mais procurados

A área com maior destaque é a informática ou computação: 25,2% dos entrevistados já fez cursos neste campo.

Em seguida, vêm as aulas de funções administrativas (15,9%), como administração, contabilidade e secretariado; e saúde (8,3%), em cursos como enfermagem, farmácia e medicina.

Dos participantes da pesquisa, 7,2% já fizeram cursos profissionalizantes na área da beleza, para cabeleireiro, manicure ou barbeiro.

Últimas notícias