Concurso para 522 vagas temporárias no Exército é autorizado

São diversas áreas de atuação para os níveis médio e superior. Salários ainda não foram definidos

atualizado 08/06/2020 9:19

Um novo concurso do Exército foi autorizado nesta segunda-feira (08/06), por meio de portaria conjunta assionada pelo ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, e pelo secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Paulo Spencer Uebel.

O aval é para o preenchimento de 522 vagas, em caráter temporário, para diversos cargos, com exigências de ensino médio, técnico e superior. As remunerações deverão ser divulgadas no respectivo edital de abertura de inscrições, que será publicado em breve.

0

As áreas

De acordo com o documento, as contratações serão para os departamentos de engenharia e construção e ciência e tecnologia, para atividades relacionadas a projetos e obras de engenharia de construção, obras públicas de infraestrutura, atividades de mapeamento cartográfico terrestre, ações de logística e implantação de projetos estratégicos.

A seleção deverá ser feita por meio de processo seletivo e análise de títulos, com duração dos contratos devendo ser especificada no respectivo edital de abertura de inscrições

A distribuição de vagas pelos cargos será a seguinte: administrador (6), agente admnistrativo (6), agente de serviços complementares (4), agente de serviços de engenharia (70), agente de telecomunicação e eletricidade (4), analista ambiental (15), analista de sistemas (20), arquiteto (20), artífice de carpintaria e marcenaria (10), artífice de eletricidade e comunicações (4), artífice de estrutura de obras e metalurgia (5), artífice de mecânica (12), auxiliar de laboratório (6), auxiliar de artífice (3), auxiliar operaconal de serviços diversos (10), auxiliar operacional de serviços de engenharia (8), contador (15), desenhista (15), engenheiro (60), geólogo (3), laboratorista (14), motorista (15), programador (10), projetista (4), técnico de nível médio (30), técnico de nível superior (7), técnico em edificações (20), agrônomo (6), agente administrativo (10) e técnicos de nível médio (100).

Últimas notícias