Autorização de concurso da Polícia Federal é esperada para maio

Pedido é para 3.460 vagas, destinadas para diversos cargos. Salários são de até R$ 7.841,95 — mais benefícios

Rafaela Felicciano/Metrópoles

atualizado 28/03/2020 14:26

O novo concurso da Polícia Federal (PF) pode ser oficialmente autorizado no decorrer de maio. De acordo com informações extra-oficiais, um cronograma para a nova seleção já está elaborado e circula internamente no governo.

Fontes ligadas ao órgão confirmam as informações. Porém, ressaltam que o processo segue em estudos e está sujeito a alterações.

Embora a seleção conte com pedido encaminhado em 30 de maio de 2019 para o Ministério da Economia, com o preenchimento de 3.460 vagas, de acordo com as últimas informações, a tendência é de que a autorização seja para 1 mil oportunidades.

Ainda de acordo com as informações iniciais, a autorização do concurso está prevista para ser divulgada em 25 de maio, com assinatura do contrato com a banca em 28 de setembro e publicação de dois editais: em 5 de outubro e em 22 de novembro.

Das 3.460 oportunidades solicitadas, 3.103 são para diversas áreas da carreira da PF não especificadas e mais 357 para cargos da área administrativa, com o objetivo de garantir o preenchimento de postos no período de 2020 a 2022.

Área administrativa

No caso da área administrativa, do total de oportunidades, 234 são para quem possui apenas ensino médio e 123 para cargos de nível superior, já definidos, com remunerações iniciais que variam de R$ 4.746,16 a R$ 7.841,95.

Porém, com as últimas informações, caso seja oficializada a autorização para apenas 1 mil oportunidades, a distribuição poderá ser de 540 para agente da Polícia Federal, 300 para escrivão, 100 para delegado e 60 para papiloscopista

No pedido de liberação de verbas para os cargos já definidos da área administrativa, o destaque é para a carreira de agente administrativo. Ele pede apenas ensino médio e conta com remuneração inicial de R$ 4.746,16, incluindo 2.279,16 de salário básico e R$ 2.467 de gratificação de desempenho de atividade de apoio técnico administrativo.

Para quem possui nível superior, o pedido é para 18 vagas de administrador, 8 de arquivista, 14 de assistente social, 9 de contador, 2 de enfermeiro, 1 de farmacêutico, 62 de médico e 9 de psicólogo.

Para todos esses cargos, exceto médico, a remuneração é de R$ 5.776,47, incluindo salário básico de R$ 2.402,74 e gratificação de atividade de apoio técnico administrativo de R$ 3.374.

Para os médicos, o inicial é de R$ 7.841,95, incluindo o salário básico de R$ 4.804,95 e a gratificação, no valor de R$ 3.037.

Caso sejam mantidas as 1 mil vagas, todos os cargos indicados exigem nível superior, com iniciais de R$ 11.983,26 para agente, escrivão e papiloscopista e R$ 22.672,48 para delegado.

Últimas notícias