Deixe os tabus do lado de fora e pode entrar. Tudo sobre sexo, para você gozar a vida.

Só consegue gozar sozinha? Entenda o que acontece

A terapeuta sexual Thalita Cesário explica o motivo de algumas pessoas só gozarem com a masturbação

atualizado 29/03/2022 18:42

Orgasmo femininoFoto: double_p/Getty Images

Na relação sexual, nem sempre é fácil chegar ao orgasmo. Seja porque está tenso, ansioso, ou porque a parceria não está mesmo colaborando para atingir o ápice do prazer. Em diversas entrevistas com especialistas, a incansável Pouca Vergonha sempre busca dicas para chegar lá, seja a sós ou com a parceria.

Embora muito se fale que o bom sexo só é aquele no qual se atinge o ápice do prazer, batemos na tecla que se a relação sexual for boa, talvez não chegar lá pode não ser problema. Mas, se causa angústia para os envolvidos, é preciso investigar.

0

Atualmente, o orgasmo feminino vem ganhando protagonismo. Ainda que a passos lentos, as mulheres conquistam cada vez mais a liberdade de gozar e ser dona do próprio prazer. Mas existem pessoas, em especial mulheres, que só conseguem gozar sozinhasSerá que isso é um problema? A terapeuta sexual Thalita Cesário explica o que acontece.

Só gozo sozinha, e agora?

O fato de chegar a um orgasmo apenas sozinha só será um problema desde que esteja incomodando a pessoa. A especialista Thalita Cesário esclarece que a partir do momento que se torna um sofrimento para a pessoa, e ela deseja mudar esse quadro, aí é hora de procurar ajuda.

“Um terapeuta sexual  é uma opção para buscar entender o que está acontecendo, se é apenas momentâneo ou ainda se tem a ver com o relacionamento”, orienta.

Por que acontece?

Muitas vezes isso rola quando as pessoas ficam ansiosas e antecipam o fracasso no sexo. Isso significa que elas ficam com tanto medo de não chegar lá, que acabam de fato não gozando. Mesmo casais que já têm intimidade acabam não conseguindo gozar juntos quando não se comunicam.

“As pessoas não falam o que dá prazer, o que gostam. Quando você se masturba, você sabe exatamente o ritmo certo e como gosta. É preciso comunicar isso ao outro”, orienta Thalita.

Outro ponto é que as pessoas acabam transando sem ter intimidade para falar sobre sexo. E mesmo que a parceria esteja disposta e aberta a aprender e a fazer o que te da prazer, é preciso que você comunique suas preferências.

Por fim, a dica para quem quer passar a gozar mais com a parceria é comunicar, relaxar e procurar um especialista para entender o que pode estar dificultando o orgasmo acompanhado. As questões podem ser mais simples ou complexas e vai depender de como cada indivíduo lida com o prazer.

Mais lidas
Últimas notícias