Deixe os tabus do lado de fora e pode entrar. Tudo sobre sexo, para você gozar a vida.

Duro demais? Veja se ficar excitado muitas vezes ao dia é preocupante

A pedido da coluna, o urologista Danilo Galante esclareceu as principais dúvidas acerca das ereções involuntárias

atualizado 05/08/2022 13:34

Pênis tortoFoto: Larry Washburn/Getty Images

Se você tem um pênis, provavelmente já passou pela seguinte situação: não estava com tesão, mas o órgão ficou ereto e você precisou disfarçar a situação. Ter uma ereção fora de hora, em contextos não sexuais, pode acontecer involuntariamente e não costuma ser um problema.

Porém, nesta semana, a história de um casal foi relatada no portal The Sun. O motivo? O homem, um britânico de 39 anos, apresenta cerca de 100 ereções por dia. O relato foi dado pela parceira do rapaz, a profissional de saúde Vikki Brown.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
0

“Desde o início, onde quer que estejamos, ele pode ter uma ereção. É de 50 a 100 vezes por dia. Basta ficar sentado assistindo a um filme, andando na rua ou indo tomar um café na casa de um amigo, ele tem uma ereção. Às vezes é embaraçoso, mas ele apenas ri disso”, declarou a profissional de saúde ao tabloide inglês.

A Pouca Vergonha procurou quem entende do assunto para saber se a excitação excessiva chega a ser um problema.

À coluna, o urologista e sexólogo Danilo Galante explica: “A ereção acontece quando os corpos cavernosos do pênis, que são duas estruturas cilíndricas esponjosas, se enchem de sangue e dão volume e dureza ao órgão”.

Quanto é normal?

O primeiro ponto que o especialista esclarece é que a ereção costuma acontecer de cinco a 10 vezes por dia, independente da vontade da pessoa. “Mas claramente a excitação também pode ser provocada por cada um, por estímulos externos”, aponta.

“Não há um número certo para ser considerado não saudável. Afinal, de maneira geral, pessoas que têm muitas ereções durante o dia não vão ter grandes problemas com isso”, reforça Danilo.

Outro ponto que é preciso esclarecer é que o processo de ereção acontece para o corpo oxigenar o pênis. “É por isso que  ocorrem essas ereções espontâneas, uma forma de entrar sangue e oxigênio no corpo cavernoso”, elucida.

Falta de ereção

Na realidade, a grande queixa dos homens em relação às ereções é sobre a dificuldade em tê-las ou, em casos mais preocupantes, a ausência total delas.

“Após uma cirurgia de retirada de câncer de próstata, por exemplo, pode ser que a pessoa não tenha ereções, o que pode ocasionar a atrofia dos corpos cavernosos. Em casos como esse, é necessário recorrer a tratamentos”, explica.

Procurando ajuda

Por fim, se o excesso ou a falta de ereções causa sofrimento aos envolvidos, é preciso procurar um especialista. Mas o recado final do sexólogo é que a excitação recorrente não traz malefícios à saúde.

Mais lidas
Últimas notícias