Celebridades, subcelebridades e tudo sobre televisão de maneira ácida e divertida.

Imóvel de “Primo Rico” vai a leilão por dívida de R$ 1,7 milhão

Segundo a publicação, o problema começou no início de 2012, quando os boletos da compra do imóvel deixaram de ser pagos

atualizado 26/07/2019 19:12

Reprodução/Facebook

Dono de um dos canais mais famosos no YouTube sobre finanças, Thiago Nigro, o Primo Rico, enfrenta na Justiça, há 7 anos, um processo por causa de uma dívida de mais de R$ 1,7 milhão. As informações são da Veja São Paulo.

Para sanar o débito, um apartamento de 141m² registrado no nome dele, no Morumbi (SP), vai a leilão. Segundo a publicação, o problema começou no início de 2012, quando os boletos da compra do imóvel deixaram de ser pagos. O criador do Primo Rico explicou que passava por dificuldades financeiras, mas defendeu que o apartamento era dos pais e estava no nome dele. “Antes de dar certo nos negócios, eu quebrei. Como vários brasileiros, tive sérios problemas de finanças. No meu canal, alerto que não se deve antecipar os sonhos. Meus pais fizeram isso. Conversamos bastante ao longo desse tempo. Foi um tremendo stress, é algo ruim, sim, mas prefiro encarar como um aprendizado”, disse.

Pouco depois, Nigro entrou na Justiça para renegociar o valor, mas considerou os juros abusivos e decidiu não pagar.

Em dezembro de 2017, o juiz Renato Acacio de Azevedo Borsanelli, da 2ª Vara Cível, deu ganho de causa às empresas e o imóvel seguiu para leilão, que deverá ocorrer em meados de agosto.

Como perdeu os processos, o youtuber terá que arcar com os honorários dos advogados das empreiteiras. O valor chega a R$ 8 mil. Na segunda (22/07/2019), o advogado de Nigro pediu um prazo de 15 dias para o pagamento. O motivo? Por conta da crise, Primo Rico estaria sem verba. Ele, no entanto, negou a situação. “Seguinte: é uma praxe de advogado para ganhar esse tempo. Da minha parte, há fundos à disposição”, explicou.

Últimas notícias